Técnico espanhol de basquete deixa cargo após medalha

Aito Garcia Reneses, que levou a seleção à conquista da prata em Pequim, afirma que prefere treinar um time

Agencia Estado

26 de agosto de 2008 | 08h54

O técnico da seleção espanhola masculina de basquete, Aito Garcia Reneses, anunciou nesta terça-feira que deixará o cargo. Ele levou a equipe ao vice-campeonato olímpico em Pequim, depois de uma final histórica com os Estados Unidos, em que os espanhóis perderam por 118 a 107.Garcia Reneses optou por usar uma cláusula de seu contrato que dava a opção de deixar a seleção após a Olimpíada. "Não quero ser técnico apenas dois meses por ano. Prefiro trabalhar durante toda a temporada", afirmou o treinador, de 61 anos, que deve dirigir o Unicaja, na liga nacional.O desempenho da seleção espanhola na Olimpíada era uma incógnita devido ao pouco tempo de trabalho de Garcia Reneses. Ele assumiu a equipe apenas três meses antes dos Jogos, no lugar de Jose Vicente "Pepu" Hernandez, demitido por discussões com a federação nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteEspanhaAito Garcia Reneses

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.