Sotheby's/Efe
Sotheby's/Efe

Texto que definiu bases do basquete é vendido por US$ 4,3 milhões

Venda das duas folhas que definem as bases da modalidade ultrapassou expectativas

Efe

11 de dezembro de 2010 | 14h09

NOVA YORK - O manuscrito no qual o professor de educação física James Naismith estabeleceu há mais de um século as 13 regras básicas de um novo jogo ao que batizou como "basket ball" foi vendido nesta sexta-feira por US$ 4,3 milhões de dólares (cerca de R$ 7,3 milhões) na casa de leilões Sotheby's, em Nova York.

A venda das duas folhas em que o professor definiu as bases da modalidade ultrapassou amplamente as expectativas da casa de leilões, que tinha previsto que o lote alcançaria entre US$ 1,5 milhão (R$ 2,6 milhões) e US$ 2 milhões (R$ 3,4 milhões).

As 13 regras presentes no texto, escrito há quase 120 anos, representam o "tapa inicial" do basquete. Naismith, professor da Young Men's Christian Association (YMCA), em Springfield (Massachusetts), decidiu criar em dezembro de 1891 um novo jogo para treinar seus estudantes durante os meses de inverno.

A verba obtida da venda do documento, que até agora pertencia à família de seu autor, serão destinados à Fundação Internacional de Basquete Naishith, que promove e reconhece o espírito esportivo nesse e em outros esportes.

"Naismith e sua família conservaram um dos grandes documentos na história do esporte e da cultura americanos: o original de duas páginas escritas à mão das regras que, como está escrito na parte inferior da segunda folha, foram penduradas no ginásio para que os estudantes aprendessem as regras", declarou o especialista Selby Kiffer, da Sotheby's, em comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.