AP
AP

Thunder bate Pacers com direito a 'triplo-duplo' de Westbrook

Em Oklahoma, armador confirma ótima fase com 20 pontos, 11 rebotes e 10 assistências e ajuda equipe a 'colar' nos Spurs

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 09h01

MVP do All-Star Game da NBA, o armador Russell Westbrook parece ter recebido um ânimo a mais. Desde que ganhou o prêmio, no fim de semana retrasado, ele não para de impressionar. Na noite de terça-feira, o armador chegou ao terceiro ''triplo duplo'' na temporada para levar o Oklahoma City Thunder a mais uma vitória, desta vez sobre o Indiana Pacers, em casa, por 105 a 92.

Foram 20 pontos, 11 rebotes e 10 assistências para o armador, que descansou durante todo o último quarto. Westbrook vem comandando o Thunder sem seu principal companheiro (Kevin Durant, machucado) e com dois novos titulares. Desde o All-Star Game, a franquia entrou em quadra quatro vezes e ganhou todas. O armador teve média de 27,0 pontos, 11,8 assistências and 7,8 rebotes. Em todos os jogos passou das 10 assistências.

Com seu armador em grande fase, o Thunder vem subindo, com sete vitórias e uma derrota em fevereiro. Assim, a equipe, que é oitava do Oeste, já se aproxima do San Antonio Spurs para assumir a sétima colocação e fugir de uma final antecipada na primeira rodada dos playoffs contra o Golden State Warriors.

A equipe de melhor campanha na temporada, aliás, recuperou o rumo das vitórias na noite de terça-feira. Na volta de Stephen Curry depois de um jogo fora, contou com 37 pontos do seu astro para vencer o Washington Wizards por 114 a 107, na capital norte-americana. Klay Thompson ainda ajudou com 17 pontos.

Pelo Wizards, Nenê fez uma partida mediana, com nove pontos e sete rebotes, permanecendo em quadra por 27 minutos. O time do pivô, apesar de ter uma campanha pior que a do Spurs, por exemplo, é o quinto colocado da Conferência Leste, com 33 vitórias e 24 derrotas. Já são quatro revezes seguidos.

Em Dallas, o Mavericks passou pelo Toronto Raptors por 99 a 92, mas saiu de quadra em crise. Afinal, Rajon Rondo e o técnico Rick Carlisle tiveram uma áspera discussão no início do terceiro quarto, quando os canadenses venciam. O armador, depois, não voltou para a partida.

RECORDE PARA LEBRON

Em Detroit, Kevin Love foi o melhor do Cleveland Cavaliers na vitória por 102 a 93 sobre o Pistons, mas as atenções mais uma vez se voltaram para LeBron James. O craque chegou a 6.142 assistências e passou Scottie Pippen, astro do Chicago Bulls nas décadas de 1980 e 1990, e se tornou o ala com maior número de assistências na história na NBA.

"Isso significa muito para mim. Significa muito mais do que passar Allen Iverson na lista de pontuadores no último jogo, porque eu sempre tive muito orgulho do meu jogo de passador. Para mim, o mais importante é sempre ajudar no sucesso dos meus companheiros", comentou LeBron.

O astro, que usa a camisa 23, mesmo número que Michael Jordan eternizou, fez questão de elogiar Pippen. "Quando era criança, amava Michael. Mas, quando você é criança, você não acha que pode crescer e ser Michael Jordan. Eu moldei muito meu jogo por Pippen, porque ele era o tipo de estrela que eu pensei que poderia ser. Então é uma grande sensação quebrar um recorde dele".

Confira os resultados da NBA nesta terça-feira:

Washington Wizards 107 x 114 Golden State Warriors

Detroit Pistons 93 x 102 Cleveland Cavaliers

Oklahoma City Thunder 105 x 92 Indiana Pacers

Dallas Mavericks 99 x 92 Toronto Raptors

Acompanhe os jogos da NBA nesta quarta-feira:

Orlando Magic x Miami Heat

Atlanta Hawks x Dallas Mavericks

Boston Celtics x New York Knicks

Chicago Bulls x Charlotte Hornets

Houston Rockets x Los Angeles Clippers

Milwaukee Bucks x Philadelphia 76ers

Minnesota Timberwolves x Washington Wizards

New Orleans Pelicans x Brooklyn Nets

Denver Nuggets x Phoenix Suns

Utah Jazz x Los Angeles Lakers

Sacramento Kings x Memphis Grizzlies

Portland Trail Blazers x San Antonio Spurs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.