Bob Donnan/USA Today
Bob Donnan/USA Today

Tiago Splitter volta à NBA para trabalhar no Nets: 'Novo desafio'

Ex-pivô atuará como olheiro e terá ainda funções de desenvolvimento de atletas

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2018 | 16h35

Tiago Splitter está de volta à NBA. O ex-pivô, que se aposentou oficialmente em fevereiro deste ano, assinou contrato para trabalhar no Brooklyn Nets. O brasileiro de 33 anos atuará como olheiro e terá ainda funções de desenvolvimento de atletas na comissão do técnico Kenny Atkinson.

+ 'Quero estar andando com 50, 60 anos, não em cadeira de rodas’, diz Splitter

"É uma satisfação enorme fazer parte do Brooklyn Nets. É uma nova etapa, um novo desafio, depois de tanto tempo dentro da quadra. Vou ajudar o Sean Marks, que é o General Manager, nesta recomposição da franquia. Os nossos objetivos são os mais altos possíveis", afirmou Splitter, em entrevista ao Estado.

"Claro que será também um período de aprendizado, de me adaptar com uma nova situação. Mas estou muito feliz, motivado e com vontade de começar o meu trabalho" completou o brasileiro. 

Campeão da NBA pelo San Antonio Spurs na temporada 2013-2014, o ex-jogador defendeu ainda Atlanta Hawks e Philadelphia 76ers. Ele disputou 355 jogos, sendo titular em 153, e registrou médias de 7,9 pontos e cinco rebotes.

A decisão de parar foi tomada depois dos seguidos problemas de lesão no quadril. Ao Estado, em fevereiro, explicou que pensou principalmente no futuro. "Quero estar andando quando estiver com 50, 60 anos… Não quero estar em uma cadeira de rodas. Pensei no que era melhor para o meu futuro, para minha saúde", explicou.

Além do ex-pivô brasileiro, o Nets anunciou também a chegada do ex-armador argentino Pablo Prigioni para a função de assistente do técnico Kenny Atkinson. 

Na temporada 2017-2018, o Nets não conseguiu se classificar para os playoffs. A franquia terminou a temporada regular da  NBA com 28 vitórias e 54 derrotas, na 12.ª colocação na Conferência Leste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.