Titular, Leandrinho volta a jogar bem, mas Celtics perde

Brasileiro foi segundo maior pontuador da equipe, com 17 pontos marcados

AE, Agência Estado

16 de novembro de 2012 | 09h45

BROOKLYN - Um dia depois de brilhar pelo Boston Celtics na vitória sobre o Utah Jazz, na qual saiu do banco para ajudar a sua equipe, Leandrinho acabou ganhando uma chance como titular no confronto diante do Brooklyn Nets, na noite desta quinta-feira, em rodada da temporada regular da NBA. E, como na última quarta, o brasileiro foi o segundo maior pontuador da equipe, desta vez com 17 ao total, mas o seu time caiu por 102 a 97, fora de casa, onde a franquia de Massachusetts viu ser interrompida uma sequência de três triunfos consecutivos.

Leandrinho iniciou o jogo como titular no lugar de Rajon Rondo, que machucou o tornozelo durante o duelo com o Utah Jazz, e ficou em quadra por 30min25s, nos quais também ajudou o Celtics com duas assistências, dois rebotes e duas roubadas de bola.

Paul Pierce, com 22 pontos, foi o maior anotador do time de Boston, que acabou sendo suplantado pela melhor atuação coletiva do Nets. Deron Williams e Brook Lopez, com 24 pontos cada um, foram os cestinhas do confronto, no qual Joe Johnson ainda ajudou o time da casa anotando 19. Já Kris Humphries conseguiu um "double-double" ao contabilizar dez pontos e 13 rebotes. Deron Williams, por sua vez, se aproximou do "double-double" ao fazer oito assistências.

KNICKS INVICTO

Além da partida entre Nets e Celtics, a noite da última quinta-feira contou com mais dois jogos. Em um deles, o New York Knicks venceu o San Antonio Spurs por 104 a 100, fora de casa, e é o único time invicto neste início de temporada da NBA. Já o Spurs sofreu a sua segunda derrota em oito jogos.

No duelo desta quinta, o Knicks deixou a impressão que perderia a sua invencibilidade ao ficar em desvantagem de 89 a 77 no último quarto do duelo, mas uma atuação inspirada do veterano Jason Kidd, de 39 anos, impulsionou a virada no placar. Ele acertou três bolas de três pontos neste período e ajudou o seu time a ganhar pela primeira vez do Spurs, fora de casa, desde março de 2003.

Quem também foi decisivo para o fim deste tabu por Raymond Felton, cestinha da partida, com 25 pontos, enquanto Carmelo Anthony esteve discreto, com nove. Kidd, por sua vez, contabilizou 14 ao total, apenas três a menos do que J.R. Smith, outro destaque da equipe de Nova York, que ainda teve Tyson Chandler anotando um "double-double" com 13 pontos e 11 rebotes.

Pelo lado do Spurs, o pivô brasileiro Tiago Splitter marcou 13 pontos, mas não conseguiu ajudar a sua equipe com nenhum rebote e nenhuma assistência. Os destaques da equipe foram Tony Parker (19 pontos e 12 assistências) e Tim Duncan (14 pontos e 14 rebotes).

LEBRON BRILHA

Na outra partida da noite de quinta-feira, o Miami Heat contou com mais uma atuação decisiva do LeBron James para vencer na NBA. O time derrotou o Dennver Nuggets por 98 a 93, fora de casa, e o MVP da última temporada brilhou com 27 pontos, 12 assistências e sete rebotes.

Shane Battier, que fez 18 pontos, todos eles através de bolas chutadas da linha dos três, foi o segundo maior cestinha do Heat no duelo, no qual a franquia da Flórida encerrou uma sequência de dez derrotas seguidas para o Denver em confrontos na casa do rival. A última vitória havia acontecido em 29 de janeiro de 2002.

Pelo lado da equipe de Denver, Andre Miller, com 19 pontos, Kenneth Faried, com 16 pontos e 20 rebotes, e McGee, com 18 pontos, apareceram com maior destaque e ajudaram o time a iniciar uma reação no último período, mas que foi insuficiente para evitar a derrota para o Heat.

CONFIRA DOS JOGOS DESTA SEXTA

Philadelphia 76ers x Utha Jazz

Indiana Pacers x Dallas Mavericks

Detroit Pistons x Orlando Magic

New Orleans Hornets x Oklahoma City Thunder

Minnesota Timberwolves x Golden State Warriors

Memphis Grizzlies x New York Knicks

Sacramento Kings x Atlanta Hawks

Portland Trail Blazers x Houston Rockets

Los Angeles Lakers x Phoenix Suns

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.