Divulgação/FIBA
Divulgação/FIBA

Treinado por Janeth, Brasil fica em 6º no Mundial Sub-19

Este é o segundo bom resultado seguido pela equipe feminina na competição

AE, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 16h09

KLAIPEDA, LITUÂNIA - Se no adulto o Brasil está longe de reviver seus melhores mementos, nas categorias de base o basquete feminino brasileiro ainda consegue bons resultados. Neste domingo chegou ao fim o Mundial Sub-19, disputado na Lituânia, e a equipe treinada por Janeth Arcain terminou no sexto lugar.

No jogo que valia a quinta colocação, neste domingo, a vitória foi da China, por 68 a 65. A ala Isabela Romana foi a cestinha da partida, com 23 pontos. Ainda somou cinco rebotes e quatro assistências. "A equipe chegou um pouco desgastada ao nono jogo da competição, mas as meninas lutaram até o último segundo em busca da vitória", comentou Janeth.

Este é o segundo bom resultado seguido do Brasil no Mundial Sub-19. Há dois anos, com Damiris sendo eleita a MVP (jogadora mais valiosa) do torneio, a seleção brasileira terminou com a medalha de bronze.

Desta vez o elenco teve como destaques, além de Isabela Ramona, também a ala/pivô Vanessa Gonçalves, que cravou duplo-duplo no final, e a ala Izabella Sangalli. Na campanha, o Brasil venceu Rússia, Coreia do Sul e Sérvia na fase de grupos, bateu o Japão, mas perdeu para Austrália a Espanha na segunda fase, Acabou eliminado pela França nas quartas de final. França, Austrália e Espanha terminaram, respectivamente, no segundo, terceiro e quarto lugares, atrás apenas dos EUA.

"Esse Mundial foi um excelente aprendizado para todo o grupo, jogadoras e comissão técnica. Ser a sexta do mundo não é nenhum demérito. Muito pelo contrário. Mostra que o Brasil continua entre as principais forças da modalidade. Tenho que enaltecer todo o trabalho que fizemos nesses últimos quatro anos com essa geração. Posso garantir que cada um de nós se dedicou ao máximo em cada momento", destacou Janeth.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteMundial Sub-19 de Basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.