Trocado, Lucas Bebê será mais um brasileiro no Raptors

Lucas Bebê foi envolvido numa troca junto ao Atlanta Hawks, resta saber se ele conseguirá estrear na NBA pela franquia de Toronto

Agência Estado

30 de junho de 2014 | 11h26

Depois de selecionar Bruno Caboclo na primeira rodada do último Draft, o Toronto Raptors garantiu nesta segunda-feira a chegada de mais um brasileiro para o seu elenco. O brasileiro Lucas Bebê foi envolvido em uma troca com o Atlanta Hawks e enviado para a franquia canadense. Resta saber, no entanto, se ele finalmente estreará na NBA na próxima temporada.

Lucas Bebê foi selecionado no Draft de 2013 pelo Boston Celtics e imediatamente trocado para o Atlanta Hawks. Mas como tinha contrato com o Estudiantes e ainda era considerado jovem para chegar e atuar na NBA, o pivô seguiu na Espanha. Agora, deixou o time da Geórgia sem sequer ter estreado.

Aos 21 anos, o pivô ainda tem contrato com o Estudiantes. O Raptors, no entanto, pode decidir pagar a rescisão para contar com ele já para a próxima temporada. A outra opção seria deixá-lo na Espanha para ganhar experiência e evitar um gasto financeiro inesperado e só contar com ele a partir da próxima temporada, quando não terá mais contrato com seu atual clube.

De acordo com a imprensa canadense, no entanto, o Raptors estaria interessado em contar com Bebê já na próxima temporada. A equipe pensa inclusive que a chegada do pivô pode ajudar na adaptação de Caboclo, já que os dois treinariam juntos.

Lucas Bebê e o armador Lou Williams foram enviados para o Raptors em troca do veterano John Salmons, de 34 anos, que deve ser dispensado. A ideia do Hawks é abrir espaço na folha salarial. De acordo com a imprensa norte-americana, a franquia estaria tentando a contratação do ala Luol Deng. Para o time de Toronto, a troca serviu para fortalecer um elenco que chegou aos playoffs da NBA na última temporada, perdendo na primeira rodada para o Brooklyn Nets.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAToronto RaptorsLucas Bebê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.