Tumor do jogador brasileiro de basquete Nenê era maligno

Jogador passa bem após retirada de tumor pequeno e pouco agressivo e doença não se espalhou, diz revista

22 de janeiro de 2008 | 08h08

O pivô brasileiro do Denver Nuggets, Nenê, descobriu que o tumor retirado de seu testículo direito era maligno. O pequeno tumor foi retirado por completo, em operação realizada na segunda-feira, 14, e o jogador de basquete não corre risco de morte. As informações foram divulgadas nesta terça-feira, 22, pela revista Época.Veja também:  Lakers bate Denver Nuggets e vence a nona seguida na NBA  Magic bate Pistons; confira os resultados da rodada da NBAExames revelaram que o câncer era pouco agressivo e que não há outro tumor no corpo de Nenê. Segundo o médico do jogador, o urologista brasileiro Fernando Kim, Nenê está se recuperando "física e psicologicamente extremamente bem". A NBA, liga profissional de basquete dos Estados Unidos, deve divulgar dentro de alguns dias uma nota oficial dando mais detalhes sobre a condição do jogador e a previsão de seu retorno às quadras.Alterado às 10h25 para correção de informação

Tudo o que sabemos sobre:
NBANenê HilárioDenver Nuggetstumor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.