Um dia para Kobe não esquecer

A sexta-feira vai ficar marcada para Kobe Bryant por um bom tempo. Depois de passar o dia na primeira audiência do processo em que é acusado de ter estuprado uma garota de 19 anos, teve tempo de entrar em quadra à noite e fazer, com o cronômetro quase zerado, a cesta que deu ao Los Angeles Lakers a vitória sobre o Denver Nuggets por 101 a 99. ?Foi um longo dia. Um longo e cansativo dia, em que tudo o que eu queria era estar na quadra e jogar?, disse Kobe, após a partida. Na audiência em Eagle, Colorado, Kobe foi oficialmente notificado da acusação de estupro. Ele já confirmou que manteve relações sexuais com a garota, mas diz que foram consentidas. A próxima audiência será em 23 de janeiro e o julgamento deve ser no meio de 2004. Se considerado culpado, Kobe pode pegar até prisão perpétua. No dia 23, o juiz Terry Ruckriegle decide sobre a grande polêmica da primeira audiência. A defesa quer abrir para o público os informes médicos que a garota sofre de esquizofrenia. A acusação quer que a imprensa seja afastada do caso. Kobe chegou ao Staples Center no final do primeiro quarto e foi ovacionado pela torcida. Enquanto isso, o pivô Shaquille O?Neal mandava no jogo. Terminou a partida com 26 pontos e 11 rebotes. Kobe terminou o jogo com 13 pontos. Por Denver, o pivô brasileiro Nenê sofreu com o excesso de faltas cometidas. No meio do segundo quarto, chegou à terceira e foi para o banco. No total, atuou por 28 minutos, marcou 13 pontos e apanhou quatro rebotes. Os Lakers estiveram quase o tempo todo na frente e lideravam por 99 a 90 a dois minutos do fim. Os Nuggets reagiram e empataram a dois segundos e meio do fim, com Carmelo Anthony. Na saída de bola, Kobe driblou um marcador e acertou a cesta. Outros jogos: Toronto 105, New York 99; Orlando 119, Golden State 93; Cleveland 88, Philadelphia 81; New Jersey 97, Washington 87; Sacramento 98, Atlanta 86; Utah 99, Boston 96; Houston 99, LA Clippers 85; Indiana 80, Detroit 75; San Antonio 87, Seattle 73.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.