Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Unifacisa bate São Paulo, conquista a Liga Ouro e vai jogar o NBB

Equipe da Paraíba faz 80 a 78 no ginásio do Morumbi e fica com o título

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2019 | 22h18

A Liga Ouro conheceu o seu campeão. Após uma série equilibrada, a Unifacisa superou o São Paulo por 80 a 78, no quinto jogo, nesta sexta-feira, no ginásio do Morumbi, e ficou com o título. A equipe paraibana conquistou uma vaga na próxima edição do Novo Basquete Brasil (NBB).

A participação da Unifacisa pela primeira vez na elite do basquete nacional depende apenas de atender as exigências da Liga Nacional de Basquete. O São Paulo terá de esperar uma posição da LNB para, quem sabe, conseguir uma vaga. 

Os americanos Okorie (23 pontos) e Barnes (21) foram os destaques da partida. Pezão também teve boa atuação, terminando o jogo com 14 pontos e 11 rebotes. Pelo lado do São Paulo, João Vitor se destacou com 19 pontos, saindo do banco. Stocks quase fez um triplo-duplo, com 17 pontos, nove rebotes e oito assistências.

A Unifacisa começou com tudo e logo abriu 8 a 2. Mortari pediu tempo e, no retorno, o São Paulo respondeu e igualou o jogo por 10 a 10. A partir daí, os times foram trocando pontos. A equipe da casa foi mais eficiente na parcial - converteu 50% contra 35,6% nos arremessos de quadra - e fechou com três de frente (19 a 16) com uma bola de três de Stocks.

O São Paulo voltou desatento no segundo quarto. A equipe do Morumbi cometeu erros em passes simples, permitiu quatro rebotes ofensivos e viu a Unifacisa ser eficiente, com 64,3% (9/14) nas bolas de dois e 75% (3/4) nas de três. O prejuízo só não foi maior porque João Vitor saiu do banco e teve atuação destacada, anotando 15 pontos. A equipe paraibana foi para o intervalo com cinco pontos de vantagem: 44 a 39.

Com uma excelente movimentação ofensiva e uma defesa agressiva, a Unifacisa segurou a reação do São Paulo no terceiro quarto. Mesmo assim, com uma bola de Stocks no estourou do cronômetro, o time do Morumbi fechou a parcial na frente (19 a 17) e foi para o último período com apenas três pontos de desvantagem: 61 a 58.

A equipe visitante voltou com tudo na parcial derradeira. Com Pezão implacável no garrafão e Barnes efetivo no ataque, o time paraibano abriu dez pontos de vantagem rapidamente. O São Paulo, liderado com Stocks, esboçou uma reação, chegou a diminuiu para apenas um ponto, mas foi derrotado por 80 a 78.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.