Varejão prevê boa campanha do Brasil na Copa América

Astro do basquete brasileiro, Anderson Varejão continua apostando na classificação da seleção para a disputa do Mundial de 2014, na Espanha, a despeito da elevada quantidade de desfalques da equipe. Na última terça-feira, o ala Marquinhos se tornou o sétimo jogador a pedir dispensa do grupo que se prepara para a Copa América, torneio que começa no dia 30 de agosto, na Venezuela, e dá quatro vagas para o Mundial.

ALESSANDRO LUCCHETTI, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 17h34

"Teremos uma segunda seleção na Copa América, mas é uma segunda seleção forte. Claro que não vai ser fácil. Mas muita gente não acreditava que o Brasil conseguiria a vaga para a Olimpíada, e conseguiu", disse Varejão, um dos que pediram dispensa por causa de problemas físicos, assim como Marquinhos, Leandrinho, Nenê e Tiago Splitter - Lucas Bebê e Vitor Faverani deixaram o grupo por causa dos compromissos na NBA. Para completar, o técnico Ruben Magnano ficou sem Augusto Lima e Paulão Prestes, ambos cortados por contusão.

Em evento nesta quinta-feira em São Paulo, Varejão também comentou sobre sua preparação para a próxima temporada da NBA, na qual espera jogar desde o início - a liga norte-americana de basquete começa no dia 29 de outubro. Ele passou por cirurgia no começo do ano e ainda teve uma embolia pulmonar quando estava no hospital. "Estive em Cleveland há 15 dias. Ainda não estou como gostaria, mas é preciso ter paciência", contou o pivô brasileiro do Cavaliers.

Varejão só se sentiu ligeiramente incomodado com uma pergunta a respeito da possibilidade de ir para o banco de reservas após a contratação do pivô Andrew Bynum pelo Cleveland Cavaliers. "Você perguntou para o Mike Brown se eu vou para o banco? Bom, estava brincando. Sempre joguei improvisado na posição 5 (pivô). Posso ir para o banco ou voltar à posição 4. Mas isso não me preocupa. Para mim, titular é quem termina o jogo, não quem começa", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.