Varejão se lesiona, mas Cleveland Cavaliers supera o Indiana Pacers

Em casa, a equipe do brasileiro supera o rival por 90 a 76 e mantém a sua perseguição ao Atlanta Hawks

Agência Estado

31 de março de 2014 | 09h00

CLEVELAND - O Cleveland Cavaliers conseguiu uma surpreendente vitória na rodada de domingo da NBA para se manter na luta por uma vaga nos playoffs. Em casa, a equipe do brasileiro Anderson Varejão superou o Indiana Pacers por 90 a 76 e manteve a sua perseguição ao Atlanta Hawks, o oitavo colocado da Conferência Leste.

O Cavaliers ocupa o décimo lugar, com 30 vitórias e 45 derrotas, enquanto o Hawks soma 31 triunfos em 72 jogos e o New York Knicks, o nono colocado, está com 31 vitórias em 74 jogos. Já o Pacers segue em primeiro lugar na Conferência Leste, com 52 vitórias e 22 derrotas, mas mais ameaçado pelo vice-líder Miami Heat, com 50 triunfos em 72 duelos.

Dion Waiters anotou 19 pontos pelo Cavaliers e foi o cestinha da partida, enquanto Tristan Thompson obteve 16 rebotes e anotou 12 pontos. Já Varejão somava seis pontos e seis rebotes quando sofreu uma lesão no ombro direito durante o segundo quarto, deixando a partida.

Assim, o time de Cleveland encerrou uma série de nove derrotas para o Pacers, que perdeu as últimas cinco partidas como visitante. Paul George marcou 15 pontos e foi o principal destaque do time de Indianápolis no duelo.

O Oklahoma City Thunder derrotou o Utah Jazz por 116 a 96, em casa, no último domingo, com mais uma grande atuação de Kevin Durant, cada vez mais próximo de alcançar recorde de Michael Jordan na NBA. No último domingo, o astro brilhou com 31 pontos e nove assistências.

Com isso, Durant completou a 38ª partida consecutiva em que anotou ao menos 25 pontos, na sequência mais longa desde que Jordan alcançou essa marca em 40 jogos consecutivos pelo Chicago Bulls na temporada 1986/1987.

Esta vitória foi a sexta do Thunder nos últimos sete jogos, deixando a equipe com 54 triunfos e 19 derrotas, na vice-liderança da Conferência Oeste. Enes Kanter fez 18 pontos e capturou 12 rebotes para o Jazz, que perdeu a quarta partida consecutiva. Com 23 vitórias em 74 partidas, a equipe de Salt Lake City é a lanterna do Oeste.

Já o Brooklyn Nets ficou a um passo da classificação aos playoffs da NBA ao derrotar o Minnesota Timberwolves por 114 a 99, pela rodada de domingo, conquistando a sua 13ª vitória consecutiva como mandante. Paul Pierce foi mais uma vez decisivo para a vitória ao anotar 22 pontos, sendo 16 deles apenas no primeiro quarto.

O Nets agora soma 39 vitórias e 33 derrotas, na quinta colocação na Conferência Leste, e só precisa de mais um triunfo para se garantir nos playoffs, que já tem Pacers, Heat, Toronto Raptors, Chicago Bulls, San Antonio Spurs, Thunder e Los Angeles Clippers classificados.

Corey Brewer e Kevin Martin marcaram 21 pontos para o Timberwolves, que vinha embalado por duas vitórias seguidas, sendo que numa delas, contra o Los Angeles Lakers, anotou 143 pontos. A equipe está em décimo lugar na Conferência Oeste, com 36 vitórias e 36 derrotas.

Confira os resultados da rodada de domingo da NBA:

Oklahoma City Thunder 116 x 96 Utah Jazz

Cleveland Cavaliers 90 x 76 Indiana Pacers

Brooklyn Nets 114 x 99 Minnesota Timberwolves

Orlando Magic 93 x 98 Toronto Raptors

Boston Celtics 102 x 107 Chicago Bulls

Golden State Warriors 84 x 89 New York Knicks

Portland Trail Blazers 105 x 98 Memphis Grizzlies

Los Angeles Lakers 115 x 99 Phoenix Suns

Confira os jogos da rodada de segunda-feira da NBA:

Charlotte Bobcats x Washington Wizards

Indiana Pacers x San Antonio Spurs

Atlanta Hawks x Philadelphia 76ers

Detroit Pistons x Milwaukee Bucks

Miami Heat x Toronto Raptors

Chicago Bulls x Boston Celtics

Minnesota Timberwolves x Los Angeles Clippers

New Orleans Pelicans x Sacramento Kings

Denver Nuggets x Memphis Grizzlies

Utah Jazz x New York Knicks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.