Wade e O´Neal deixam tudo igual na fase decisiva da NBA

O ala-armador Dwyane Wade, que superou a lesão no joelho esquerdo, e o pivô Shaquille O´Neal foram os destaques na vitória arrasadora do Miami Heat sobre o Dallas Mavericks por 98 a 74, no quarto jogo do playoff final da NBA. Com o resultado a série está empatada: 2 a 2. O quinto jogo será no domingo, no American Airlines Arena de Miami. "Conseguimos empatar a série e vencer o quarto jogo por 24 pontos de diferença. Mas ainda faltam duas vitórias para o título", disse Wade, que não treinou nos dois últimos dias por causa de uma inflamação no joelho esquerdo. Mesmo assim, ele não teve problemas para ser o astro do ataque do Heat. Foram 36 pontos, seis rebotes, três assistências, um toco e uma roubada de bola. Ele jogou 40 minutos para acertar 13 de 23 arremessos de quadra, sendo 2 de 5 triplos, e 8 de 9 lances livres. O´Neal, que teve sua melhor atuação no playoff, marcou 17 pontos (6 de 8 arremessos de quadra e 5 de 10 lances livres), pegou 13 rebotes, deu três assistências e dois tocos em 30 minutos. "Acho que foi nossa primeira boa partida nesta final. A partir de agora tudo será muito diferente", disse O´Neal. Deu tudo certo para o HeatA equipe de Miami teve tudo a seu favor: uma defesa firme, boa contribuição dos reservas e 51,5% de acerto nos arremessos de quadra, sendo 36,8% (7 de 19) de três pontos, além de 63,9% (23 de 36) nos lances livres. "Jogamos um grande basquete de equipe, corrigindo os erros dos jogos anteriores. Empatamos o playoff e agora nossa responsabilidade é conseguir a vantagem no quinto jogo", comentou Pat Riley, treinador do Heat. Já o ala alemão Dirk Nowitzki, astro dos Mavericks, voltou a ter uma de suas piores noites nos arremessos de quadra. Foram só 16 pontos, acertando 2 de 14 tentativas (1 de 5 de três pontos). Nos lances livres, o desempenho dele foi normal: 11 de 13. "Não há muito que dizer. Simplesmente não nos acertamos nem como equipe, nem individualmente", resumiu Avery Johnson, técnico do Dallas Mavericks.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.