Wall brilha e Wizards ganha do Knicks na rodada de Natal da NBA

Armador do time de Washington faz 24 pontos e 11 assistências, além de seis rebotes, e uma cesta em que deu giro de 360º no ar

Estadão Conteúdo

25 de dezembro de 2014 | 17h40

A tradicional rodada de Natal da NBA começou na tarde desta quinta-feira com um jogo bastante previsível. O fraco New York Knicks não foi páreo para o Washington Wizards, que contou com um John Wall bastante inspirado para confirmar o favoritismo e vencer por 102 a 91, mesmo atuando fora de casa.

O armador mostrou por que é um dos jogadores mais votados para o All-Star Game até o momento e foi decisivo nesta quinta. Foram 24 pontos e 11 assistências, além de seis rebotes, para Wall, que fez cesta de todos os jeitos, inclusive uma em que deu um giro de 360º no ar.

Mas o camisa 2 do Wizards não jogou sozinho, e contou com a contribuição do ala/armador Bradley Beal, autor de 17 pontos. O brasileiro Nenê também esteve em um bom dia e terminou com 12 pontos em 24 minutos jogados. Kris Humphries (14 pontos), Rasual Butler (11) e Marcin Gortat (10) completaram o sexteto de Washington com pelo menos dez pontos.

Pelo Knicks, o que se viu mais uma vez foi uma equipe extremamente desorganizada, que ainda não entendeu o sistema que o jovem técnico Derek Fisher tenta implantar. Assim, novamente caiu tudo nas costas de Carmelo Anthony, autor de 34 pontos. José Calderón ainda contribuiu com 16, mas foi pouco.

Desde o início, o Wizards se mostrou superior e não precisou nem se esforçar muito para disparar no placar. A diferença chegou a beirar os 20 pontos entre o segundo e o terceiro período e só reduziu no fim, quando os dois times estavam com os reservas em quadra. No último quarto, aliás, Wall e Quincy Acy se desentenderam, o ala/pivô do Knicks tentou acertar um soco no rival e foi excluído.

O resultado desta quinta apenas confirmou os momentos opostos das duas equipes na temporada. O Wizards segue na terceira posição da Conferência Leste, encaminhando sua classificação aos playoffs, com 20 vitórias em 28 partidas. O Knicks, por sua vez, tem a segunda pior campanha de toda a NBA, à frente apenas do Philadelphia 76ers, com cinco vitórias e 26 derrotas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.