Monica M Davey/EFE
Monica M Davey/EFE

Warriors abrem 1 a 0 sobre Rockets na final da Conferência Oeste

MVP Stephen Curry brilha na vitória da franquia por 110 a 106

Estadão Conteúdo

20 de maio de 2015 | 08h44

A primeira partida da decisão do Oeste teve tudo que se esperava das duas principais equipes da conferência na temporada regular da NBA. Teve também um embate entre os dois melhores jogadores do campeonato, mas, no fim, foi Stephen Curry quem levou a melhor sobre James Harden. Seu Golden State Warriors aproveitou o mando de quadra para sair na frente na série melhor de sete ao fazer 110 a 106 na noite de terça-feira.

Foi um duelo particular entre Curry, eleito o MVP da temporada, e Harden, segundo colocado na votação, com grandes jogadas de ambos os lados. O armador dos Warriors foi mais regular ao longo da partida e ajudou o time a abrir vantagem no terceiro quarto. O ala dos Rockets até respondeu a partir do segundo tempo, mas, no fim, foi mesmo o time de Oakland que largou na frente na série.

Quem começou com tudo, no entanto, foram os Rockets. Abusando das jogadas de garrafão, com Dwight Howard, a equipe abriu vantagem. Mesmo quando o pivô deixou a partida por alguns minutos, sentindo o joelho - inclusive, preocupando para o jogo 2 -, o novato Clint Capela deu conta do recado e a vantagem chegou a 16 pontos no segundo período.

Só que o Golden State Warriors é um time conhecido justamente por sua velocidade e em menos de cinco minutos reagiu. O técnico Steve Kerr confiou em sua formação mais baixa, com o ala Draymond Green fazendo o papel de único pivô, a marcação apertou e, com uma rápida transição, os donos da casa emendaram uma sequência de 21 a 4 para virar o placar.

Depois do intervalo, foi a hora de James Harden aparecer para o jogo. Depois de somente sete pontos no primeiro tempo, o ala anotou 21 nos últimos quartos e foi o responsável, ao lado de Trevor Ariza, por recolocar os Rockets no jogo. Do outro lado, Curry seguia em noite inspirada, com o auxílio de seus coadjuvantes, e, assim, a partida seguiu equilibrada até o final.

A 14 segundos para o fim, Ariza roubou uma bola na defesa e, no contra-ataque, acertou um arremesso de três que diminuiu a diferença para somente dois pontos. Só que os Warriors conseguiram colocar a bola na mão de Curry, que confirmou seu ótimo aproveitamento nos lances livres, acertou os dois arremessos e garantiu o triunfo.

O armador terminou como cestinha da noite, com 34 pontos, sendo 18 em bolas de três, e ainda pegou seis rebotes e distribuiu cinco assistências. Shaun Livingston, com 18 pontos, sendo 14 no segundo período, e sete rebotes, também contribuiu, assim como Klay Thompson (15 pontos), Harrison Barnes (14) e Draymond Green (13, além de 12 rebotes). Harden ficou a uma assistência do "triple-double", ao terminar com 28 pontos, 11 rebotes e nove assistências. Ariza marcou 20 pontos, enquanto Josh Smith contribuiu com 17.

O segundo jogo da série entre Warriors e Rockets acontece nesta quinta-feira, novamente em Oakland, mas os playoffs da NBA terão sequência nesta quarta. Atlanta Hawks e Cleveland Cavaliers fazem o primeiro jogo da decisão da Conferência Leste, em Atlanta, às 21h30 (de Brasília).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.