Warriors vence Clippers em duelo de invictos com 31 pontos de Curry

No duelo entre duas equipes que haviam vencido os quatro primeiros jogos na temporada 2015/2016 da NBA, o Golden State Warriors contou com um diferencial: Stephen Curry. O astro anotou 31 pontos, incluindo um arremesso de três a pouco mais de um minuto para o fim, e liderou o Warriors no triunfo sobre o Los Angeles Clippers por 112 a 108, em Oakland, na noite de quarta-feira.

Estadão Conteúdo

05 Novembro 2015 | 09h13

O Clippers chegou a liderar o placar por 97 a 87 no último quarto, mas permitiu a reação do Warriors, que conseguiu a virada, liderado por uma atuação inspirada de Harrison Barnes, que anotou dez dos seus 17 pontos em uma parcial de 16 a 2 para os atuais campeões da NBA.

O brasileiro Leandrinho Barbosa teve boa atuação nos 13 minutos em que permaneceu em quadra, com nove pontos, um rebote e uma assistência. Chris Paul anotou 24 pontos e Blake Griffin fez 23 para o Clippers, que também havia vencido os quatro primeiros jogos da temporada.

A outra equipe invicta e com cinco vitórias neste início de campeonato é o Toronto Raptors. Na noite de quarta-feira, o time canadense superou, fora de casa, o Oklahoma City Thunder por 103 a 98. A equipe reverteu um placar desfavorável em oito pontos nos últimos seis minutos do duelo para ampliar a sua campanha perfeita.

DeMar DeRozan anotou 28 pontos, sendo dez deles no último quarto, enquanto Jonas Valanciunas somou 17 pontos e 12 rebotes e Kyle Lowry também fez 17 pontos. Russel Westbrook marcou 22 pontos, sendo 20 no segundo tempo, e ainda deu 16 assistências pelo Thunder. Já Kevin Durant fez 27 pontos. Esta foi a segunda derrota seguida do time de Oklahoma, que pela primeira vez na temporada marcou menos de 100 pontos em uma partida.

Também pela rodada de quarta-feira, o Cleveland Cavaliers assegurou a quarta vitória consecutiva ao superar o New York Knicks por 96 a 86, em casa. LeBron James, que rasgou as mangas da sua camiseta durante o duelo, marcou 23 pontos, sendo 11 deles no último quarto, em que o Cavaliers triunfou por 26 a 17.

Mo Williams também se destacou ao anotar 22 pontos. O brasileiro Anderson Varejão jogou por apenas cinco minutos e capturou dois rebotes pelo Cavaliers. Carmelo Anthony anotou 17 pontos pelo Knicks.

Com um cesta de três de Bradley Beal a 0s3 do fim, o Washington Wizards derrotou o San Antonio Spurs, em casa, por 102 a 99. Além do arremesso decisivo, Beal terminou o duelo com 25 pontos, dividindo o protagonismo com John Wall, que concluiu o jogo com 17 pontos e 13 assistências. E eles foram os responsáveis pelos últimos 15 pontos do Wizards na partida.

Otto Porter somou 19 pontos e o brasileiro Nenê Hilário somou seis pontos, três rebotes e duas assistências nos 19 minutos em que jogou pelo time de Washington. Kahwi Leonard liderou o Spurs com 23 pontos. Tony Parker marcou 17 pontos, sendo 11 no último quarto, e LaMarcus Aldridge acumulou 14 rebotes e dez pontos.

Já o Portland Trail Blazers derrotou o Utah Jazz por 108 a 92, em Salt Lake City, com 35 pontos de Damian Llillard e 27 de C.J. McCollum. Já Mason Plumlee somou 16 rebotes e 12 pontos. Gordon Hayward anotou 19 pontos pelo Jazz. O brasileiro Raulzinho acumulou seis pontos e três rebotes nos 15 minutos em que atuou pelo time da casa.

Confira os resultados da rodada de quarta-feira da NBA:

Indiana Pacers 100 x 98 Boston Celtics

Washington Wizards 102 x 99 San Antonio Spurs

Atlanta Hawks 101 x 87 Brooklyn Nets

Cleveland Cavaliers 96 x 86 New York Knicks

Houston Rockets 119 x 114 Orlando Magic

Milwaukee Bucks 91 x 87 Philadelphia 76ers

Oklahoma City Thunder 98 x 103 Toronto Raptors

Phoenix Suns 118 x 97 Sacramento Kings

Utah Jazz 92 x 108 Portland Trail Blazers

Golden State Warriors 112 x 108 Los Angeles Clippers

Confira os jogos da rodada de quinta-feira da NBA:

Minnesota Timberwolves x Miami Heat

Chicago Bulls x Oklahoma City Thunder

Dallas Mavericks x Charlotte Hornets

Denver Nuggets x Utah Jazz

Portland Trail Blazers x Memphis Grizzlies

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.