Warriors vence Nuggets na prorrogação e segue invicto em casa na NBA

Warriors vence Nuggets na prorrogação e segue invicto em casa na NBA

Stephen Curry voltou a sentir dores e deixou partida

Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2016 | 10h37

Com mais dificuldade que poderia se imaginar para um duelo com apenas o 11º colocado da Conferência Oeste, o Golden State Warriors conseguiu sustentar a sua invencibilidade como mandante na temporada 2015/2016 da NBA ao superar o Denver Nuggets por 111 a 108, em duelo definido apenas na prorrogação, pela rodada de sábado da liga.

Afastado das duas últimas partidas do Warriors por causa de uma lesão na perna esquerda, Stephen Curry voltou ao time, mas por pouco tempo. O MVP do último campeonato deixou o duelo no segundo quarto, após atuar por 14 minutos, voltando a sentir dores. No período em que jogou, anotou cinco pontos e deu quatro assistências.

O início do duelo indicava uma vitória bem mais fácil do Warriors, que fechou o primeiro quarto vencendo por 37 a 17. Mas o Nuggetts foi recuperando terreno, liderou o placar nas três parciais seguintes, e mesmo após iniciar o último minuto do quarto período perdendo por 102 a 98, conseguiu a empatar o placar em 102 a 102, forçando a realização do tempo extra.

A prorrogação foi equilibrada e emocionante, com o Warriors só podendo comemorar a suada vitória após Will Barton errar um arremesso de três pontos a um segundo do fim. Assim, agora acumula a incrível marca de 31 vitórias em 33 partidas realizadas. Kenneth Faried, que concluiu o jogo com 15 pontos e 12 rebotes, deixou o ginásio em uma maca e com um colar cervical, após levar uma cotovelada que atingiu o seu pescoço. Esta foi a quinta derrota seguida do Nuggets.

Também invicto como mandante nesta temporada, o San Antonio Spurs, que tem a segunda melhor campanha da Conferência Oeste, agora com 29 triunfos em 35 duelos, superou o Houston Rockets por 121 a 103, na primeira vez que Tim Duncan terminou uma partida na NBA sem anotar sequer um ponto.

No 20º triunfo do Spurs como mandante, La Marcus Aldridge anotou 24 pontos, Kawhi Leonard fez 22 e Boris Diaw marcou 20. O time de San Antonio converteu 13 arremessos de três, seu recorde nesta temporada, e praticamente definiu a sua vitória no terceiro quarto, quando aplicou 36 a 17, o que o levou a iniciar o último liderando o placar por 96 a 72.

Dwight Howard terminou o jogo com 22 pontos, tendo acertado 10 de 17 tiros livres, e 11 rebotes, enquanto James Harden anotou 17 pontos, bem abaixo da sua média de 28,1. O Rockets é o sétimo colocado do Oeste.

Em uma noite histórica para George Karl, que se igualou a Phil Jackson como o quinto técnico com mais vitórias na NBA, o Sacramento Kings derrotou o Phoenix Suns por 142 a 119, em casa. Agora Karl, de 63 anos, acumula 1.155 triunfos e 795 derrotas em 27 temporadas.

DeMarcus Cousins liderou o Kings com 32 pontos e nove rebotes, enquanto Darren Collison contribuiu para o triunfo com 21 pontos e seis assistências. Já Rajon Rondo registrou 15 pontos e 15 assistências. O Kings teve a sua maior pontuação nesta temporada e encerrou uma série de três derrotas. O time é o décimo colocado do Oeste.

Brandon Knight anotou 23 pontos e Devin Booker fez 21 pelo Suns, que perdeu os últimos oito jogos e venceu apenas um dos últimos 11, o que o deixa em décimo lugar no Oeste e confirma o impacto da ausência de Eric Bledsoe, que perderá o restante da temporada por estar lesionado.

O Cleveland Cavaliers assegurou a 13ª vitória seguida sobre o Orlando Magic, dessa vez por 104 a 79, em casa, com grande atuação de LeBron James, que foi o cestinha da partida com 29 pontos, tendo convertido 11 de 18 arremessos de quadra. Além disso, conquistou cinco rebotes e deu três assistências. Já Kevin Love somou 13 rebotes e dez pontos.

O Cavaliers chegou a ter uma vantagem de 31 pontos no terceiro quarto. O time de Cleveland, líder da Conferência Leste, venceu pela terceira vez o Magic nesta temporada. E em 11 de dezembro havia triunfado com um placar ainda mais dilatado - 111 a 76. Aaron Gordon anotou 11 pontos pelo Magic, o sétimo colocado do Leste.

Em casa, o Utah Jazz derrotou o Memphis Grizzlies por 92 a 87, em triunfo definido somente na prorrogação. Assim, o time de Salt Lake City conquistou pela sexta vez nesta temporada a sua segunda vitória consecutiva e agora tentará obter a terceira seguida, o que ainda não conseguiu no campeonato.

Rodney Hood conseguiu um recorde pessoal de 32 pontos, sendo dez no primeiro quarto e 17 entre o último e a prorrogação. Titular, o brasileiro Raulzinho teve mais uma atuação discreta nos 19 minutos em que atuou, com dois pontos e duas assistências pelo Jazz. O espanhol Marc Gasol marcou 20 pontos pelo Grizzlies, o sexto colocado da Conferência Oeste, logo à frente do Jazz.

Confira os resultados da rodada de sábado da NBA:

Boston Celtics 97 x 100 Brooklyn Nets

Sacramento Kings 142 x 119 Phoenix Suns

Charlotte Hornets 90 x 109 Oklahoma City Thunder

Indiana Pacers 94 x 82 Detroit Pistons

Cleveland Cavaliers 104 x 79 Orlando Magic

Minnesota Timberwoves 85 x 95 Milwaukee Bucks

Dallas Mavericks 98 x 105 New Orleans Pelicans

San Antonio Spurs 121 x 103 Houston Rockets

Utah Jazz 92 x 87 Memphis Grizzlies

Golden State Warriors 111 x 108 Denver Nuggets

Los Angeles Clippers 130 x 99 Philadelphia 76ers

Confira os jogos da rodada de domingo da NBA:

Toronto Raptors x Chicago Bulls

New York Knicks x Atlanta Hawks

Washington Wizards x Miami Heat

Denver Nuggets x Portland Trail Blazers

Los Angeles Lakers x Phoenix Suns

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.