Evan Agostini/AP
Evan Agostini/AP

Westbrook renova por cinco anos e receberá salário recorde na NBA

Armador do Oklahoma City Thunder ganhará US$ 205 milhões (cerca de R$ 648 milhões) no período

Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2017 | 20h14

A formação de um novo trio de ferro no Oklahoma City Thunder parece ter convencido a principal estrela da equipe, Russell Westbrook, a permanecer na franquia. Nesta sexta-feira, o Thunder anunciou a renovação de contrato com o armador, MVP (jogador mais valioso) da última temporada, por mais cinco anos.

+ 'Reis' do basquete de rua se apresentam em São Paulo no final de semana

"Eu já disse antes e repetirei, não há lugar melhor para estar do que Oklahoma City. Estou muito honrado por ter a oportunidade de continuar minha carreira com o Thunder. Desde o primeiro dia, toda a organização deu para mim e minha família um apoio incrível, então somos muito gratos. Quando se joga em Oklahoma City, se joga para os melhores torcedores do mundo", comentou Westbrook em comunicado.

Westbrook tinha contrato com o Thunder até o fim da próxima temporada. Procurado pela franquia para a renovação, o armador despistou: não aceitou a proposta mas também não descartou a permanência. Depois da contratação de Paul George, junto ao Indiana Pacers, e Carmelo Anthony, do New York Knicks, porém, o jogador assinou o novo vínculo.

Além da garantia de um forte elenco, o fator financeiro também representou um grande atrativo para Westbrook. Pelos cinco anos de contrato que terá pela frente, o jogador vai receber nada menos do que US$ 205 milhões (cerca de R$ 648 milhões), quantia recorde na história da NBA, ultrapassando os US$ 203 milhões garantidos por Stephen Curry, do Golden State Warriors, pelo mesmo período.

Com o armador de contrato renovado e os reforços de Carmelo e Paul George, o Thunder espera fazer frente ao atual campeão Warriors na Conferência Oeste. "Estou ansioso para dar tudo que podemos pela torcida, pela cidade e pela organização. Por que não?", comentou Westbrook.

Westbrook cumprirá o último ano de seu antigo vínculo em 2017/2018, quando ganhará US$ 30,421,854, antes de entrar no novo contrato. Se de fato atuar os próximos seis anos pela equipe, completará 15 anos como jogador do Thunder.

Tudo o que sabemos sobre:
NBAbasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.