Mark J. Rebilas/USA TODAY Sports
Mark J. Rebilas/USA TODAY Sports

Williamson volta à bolha da NBA após problemas familiares e entra em quarentena

Segundo protocolo, calouro e astro dos Pelicans deverá ficar isolado por quatro dias para se reintegrar ao elenco

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2020 | 09h38

Após sair da bolha da NBA em Orlando por problemas familiares, o calouro e astro do New Orleans Pelicans, Zion Williamson, retornou ao retiro da liga na noite desta sexta-feira. O anúncio foi feito pela própria equipe em comunicado oficial.

A estrela de apenas 20 anos deixou os protocolos da NBA no dia 16 de julho, por problemas pessoais não revelados, tidos apenas como "emergência médica familiar". Agora, antes de se reintegrar ao elenco dos Pelicans, passará por uma quarentena estabelecida pela liga.

"Minha família e eu agradecemos o amor e o respeito que todos nos mostraram enquanto tivemos que lidar com uma questão particular familiar", disse Williamson em comunicado oficial emitido pela franquia de New Orleans. "Estou empolgado em retornar ao grupo em Orlando e ansioso em voltar à quadra com meus companheiros após a quarentena."

Uma vez que o calouro passou por testes para a covid-19 enquanto esteve fora, e todos deram negativo, sua quarentena deverá ser feita por poucos dias. Entretanto, a NBA não divulgou oficialmente o tempo necessário de isolamento. Levando em consideração o caso de Williamson, o extenso protocolo da liga estabelece, dentre outras coisas, que o atleta deverá ficar recluso por quatro dias.

Se esse for o caso, o jogador estará apto a defender os Pelicans contra o Utah Jazz, na próxima quinta-feira. Nesta temporada, Williamson atuou por apenas 19 jogos, depois de perder os primeiros 43 compromissos na NBA se recuperando de uma cirurgia no menisco, e depois outro jogo em fevereiro com uma torção no tornozelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.