Wizards e Bulls chegam ao Brasil e já treinam no Rio

O Rio de Janeiro já vive o clima da primeira partida da NBA realizada no Brasil. Washington Wizards e Chicago Bulls desembarcaram na capital carioca nesta quarta-feira e já realizaram o primeiro treino na cidade, visando o confronto de sábado, que acontecerá na Arena HSBC e servirá como parte da preparação das duas equipes para a temporada 2013/2014.

AE, Agência Estado

09 de outubro de 2013 | 20h44

Os primeiros a irem à quadra no Ginásio Hélio Maurício, na sede social da Gávea, foram os jogadores do Chicago Bulls. Logo depois, foi a vez de Nenê e seus companheiros do Wizards realizarem o treinamento. Até pelo fato de terem chegado nesta quarta, no entanto, os dois times fizeram apenas um trabalho leve, com aquecimento seguido por uma atividade com bola.

Um dos destaques do Bulls nas últimas temporadas, o pivô Joakim Noah celebrou a oportunidade de estar no Brasil. Francês, o jogador revelou sua torcida pelo Paris Saint-Germain, prometeu estar no Maracanã nesta quinta - para ver o duelo entre Flamengo e Internacional, pelo Brasileirão - e se disse ansioso para experimentar uma caipirinha.

"Vou amanhã ao Maracanã e estou muito empolgado com isso. Não vejo a hora de ver a energia dos torcedores", disse. "Eu gosto de futebol. Meu time preferido na Europa é o PSG, que já teve brasileiros como Leonardo e Raí. Já estive aqui no Brasil uma vez. Foi quando eu era adolescente e vim com meus pais. Agora, que já sou maior, quero beber umas duas caipirinhas, pois já me disseram que são muito gostosas."

Mais discreto, o principal astro do Wizards, o armador John Wall, preferiu comentar sobre as instalações fornecidas às equipes. "É a primeira vez que venho ao Brasil e posso dizer que estou impressionado com a organização. Chegamos aqui no clube e já estava tudo pronto e organizado para nós. Vejo também que a mobilização está sendo grande para a partida de sábado. A verdade é que estou aproveitando muito essa oportunidade de estar jogando aqui no Rio", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.