WNBA leva mais uma atleta do Brasil

Com a inclusão da pivô Kelly Santos, de 21 anos e 1,91 m, no draft divulgado hoje pela WNBA - a jogadora foi escolhida pelo Detroit Shock - já são quatro as atletas brasileiras que seguirão para a temporada norte-americana, a partir de 10 de maio e até agosto, desfalcando a seleção no Campeonato Sul-Americano, de 9 a 17 de junho, em Lima, Peru. Com o mercado nacional em crise - os atrasos dos salários do Vasco somam-se ao pequeno número de times existentes - estão fazendo as brasileiras tomar o caminho do aeroporto. "É bom demais ir para uma das melhores escolas de basquete do mundo. Tenho só 21 anos e sei que será bem importante para o meu aprendizado", afirmou Kelly, hoje, antes de viajar para Ourinhos, para defender o Vasco no primeiro confronto da série semifinal do Campeonato Nacional. O salário de Kelly está com três meses de atraso. Foi a 54.º escolhida na quarta rodada do draft, entre 64 atletas. A lateral Janeth, no Houston Comets, a pivô Cíntia, no Orlando Miracle, e a armadora Claudinha, no Detroit, são as outras jogadoras já confirmadas na WNBA. A pivô Alessandra, que está na Itália, e a armadora Helen, do Paraná, são outras que podem seguir para a WNBA. "Me mandaram o contrato, os papéis para fazer o visto, mas eu vi a lista do draft na internet e o meu nome não estava lá. Como é um caso de convite não sei se entraria ou não no draft", disse, ontem, Helen, que espera uma explicação do empresário Nicolas Garcia - é ele que está acertando sua ida para os Estados Unidos. O técnico da seleção, Antônio Carlos Barbosa, disse hoje que o interesse pelas jogadoras brasileiras mostra "o bom nível do basquete feminino". Mas também lamentou que, seguidas vezes, a seleção fique sem suas melhores atletas. "Provoca um certo desconforto perder tantas jogadoras ao mesmo tempo", disse Barbosa, que considera a Argentina a principal rival no Sul-Americano. Decisão - No primeiro jogo da série melhor-de-cinco do playoff semifinal, a Unimed/Ourinhos, atual campeã paulista, recebe o campeão carioca Vasco, às 18 horas, no Ginásio Monstrinho. A equipe de Janeth, Claudinha e Kelly, fará os próximos jogos em casa, segunda e terça-feira, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. O time de Santo André, de Adriana, recebe o Paraná/Basquete, às 17h30, no Ginásio Pedro Del?Antonia. Os jogos seguintes serão segunda e terça-feiras, em São José dos Pinhais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.