CBB/divulgação
CBB/divulgação

Yago, do Flamengo, deixa o basquete brasileiro e reforça o Ratiopharm Ulm, da Alemanha

Armador de 23 anos assina contrato por dois anos com nova equipe após se destacar no título do Globl Jam Basketball sub-23 e vai jogar com Cristiano Felício

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2022 | 09h04

Yago, do Flamengo, está de malas prontas para reforçar o Ratiopharm Ulm e assinou contrato de duas temporadas com o time alemão. O armador de 23 anos teve médias de 12,9 pontos, 5,9 assistências e 3,9 rebotes na última temporada do NBB. A equipe carioca perdeu a final para Franca, mas Yago foi destaque na campanha. Na nova equipe, ele fará companhia a o pivô Cristiano Felício, que deixou a NBA rumo à Alemanha no ano passado.

"Em Yago, conseguimos convencer um jogador muito empolgante para o Ratiopharm Ulm. Apesar de sua pouca idade, ele já ganhou uma ampla experiência em alto nível. Ao mesmo tempo, seu jogo ainda pode se desenvolver", elogiou o diretor esportivo da equipe alemã, Thorsten Leibenath.

Neste mês, Yago também liderou a seleção brasileira no título do Globl Jam Basketball sub-23 sob comando do técnico Tiago Splitter, com cestas decisivas incluindo na decisão contra os Estados Unidos e foi nomeado MVP. Suas atuações destacadas foram elogiadas. Ele terminou a competição com médias de 21 pontos, seis rebotes e oito assistências por jogo.

Yago é um grandes nomes da nova geração do basquete brasileiro. Ele representa a seleção brasileira desde os 18 anos, foi campeão sul-americano sub-21 e já tem um Mundial e Pré-Olímpico em seu currículo. Na Copa América do ano passado, registrou 9,5 pontos, 3,8 rebotes e 3,8 assistências.

Ele estava no Flamengo desde 2020 e ajudou a equipe carioca a vencer os títulos do NBB e da Champions das Américas na temporada 2020/2021.

"Foi especial vestir o ‘Manto Sagrado’, foi um sonho vestir a camisa desse clube, sentir o carinho da torcida e conquistar tantos títulos pelo Flamengo. Foram duas temporadas muito intensas, de muitas alegrias, em que me diverti e fui muito feliz. Gratidão ao Flamengo e à torcida por terem me recebido de braços abertos no Rio de Janeiro", afirmou o jogador.

Yago deve se apresentar à nova equipe em setembro. Motivação não falta para esse novo desafio na carreira. "Conversei um pouco com o Felício sobre como é a cidade, como é a equipe, eles me falou coisas muito boas e isso só me deixa ainda mais empolgado com essa oportunidade. Vou sentir saudade do Brasil, claro, da família, dos amigos, dos fãs, mas esse não é apenas um desafio importante na minha carreira… É também um sonho que vira realidade, de poder jogar numa liga internacional", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.