Brendan Gallagher/AP
Brendan Gallagher/AP

Yao Ming admite possibilidade de comprar o Los Angeles Clippers

Chinês é dono do Shangai Sharks, time de basquete que disputa a liga da China

Agência Estado

27 de maio de 2014 | 09h37

PEQUIM - O ex-pivô chinês Yao Ming admitiu considerar participação na compra do Los Angeles Clippers. O hoje aposentado atleta e dono do Shangai Sharks, clube de basquete de seu país, é mais um possível comprador da franquia da NBA. A direção da liga de basquete dos Estados Unidos decidiu por obrigar Donald Sterling, atual proprietário do time, a vendê-lo porque manifestações racistas dele se tornaram públicas em abril.

"Os esportes hoje são globalizados, de forma que tudo é possível. Mas no momento não há nada confirmado", disse Ming ao jornal China Daily durante inauguração de um centro de treinamento batizado com seu nome em Pequim. Hoje empresário aos 33 anos, o ex-jogador do Houston Rockets atuou na NBA entre 2002 e 2011, ano em que se aposentou do esporte. Ele encabeçaria um consórcio de companhias chinesas dispostas a adquirir o Clippers.

Ming é mais uma pessoa famosa a admitir a possibilidade de comprar a franquia. Antes dele, o boxeador Floyd Mayweather Jr., o ex-pugilista Oscar de la Hoya e o ex-jogador de basquete Magic Johnson já haviam manifestado interesse no negócio. Apesar de ter se oposto inicialmente, Sterling cedeu à pressão e vai concretizar a venda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.