Derick E. Hingle / USA Today Sports
Derick E. Hingle / USA Today Sports

Zion Williamson volta a treinar nos Pelicans e se aproxima de estreia

Jovem de 19 anos foi a primeira escolha no draft 2019 e é grande esperança para o futuro da franquia

Redação, Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2020 | 18h24

Zion Williamson voltou a treinar com o New Orleans Pelicans, nesta quinta-feira, pela primeira vez desde que foi submetido a uma artroscopia no joelho pouco antes do início da temporada. No entanto, o primeiro selecionado no Draft de 2019 da NBA ainda não pode dizer quando vai disputar seu primeiro jogo na temporada regular. "Eu me senti muito bem", disse.

Zion destacou que deve primeiro ser aprovado nas avaliações do departamento médico da equipe para que se possa tomar uma decisão sobre o seu aproveitamento. "Provavelmente será um daqueles momentos em que, como foi minha decisão na universidade, acordei sabendo", disse.

O treinador Alvin Gentry observou que Zion participou de todo o treinamento, embora não tenha sido uma atividade particularmente cansativa. Foi o último treino antes do elenco dos Pelicans viajar para Los Angeles para jogar contra os Lakers na noite de sexta-feira.

Gentry disse que Zion não deve jogar em nenhum dos dois jogos fora de casa, que inclui um duelo com o Sacramento Kings no sábado. Na sequência, os Pelicans vão receber o Utah Jazz na segunda-feira. A equipe precisa "ver o tipo de progresso que tem, ver o que acontece após os treinos", comentou.

"Eu sei que ele está progredindo. É a coisa mais importante", acrescentou Gentry. "Ele se movimenta bem, mas obviamente sempre haverá algumas reservas até que você tenha total confiança no que está fazendo. Ele treinou e esse é um bom começo".

Zion não escondeu seu desejo de voltar a jogar e descreveu uma luta interna entre sua exuberância juvenil e os planos para a carreira no longo prazo. "Tem sido um equilíbrio complicado porque eu tenho 19 anos, mas do ponto de vista profissional, tenho que considerar a longevidade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.