Argentino, Jose Maria Lopez é um dos pilotos da USF1

Escuderia de Fórmula 1 dos Estados Unidos fez o anúncio em Buenos Aires e ainda busca o segundo piloto

AP,

26 de janeiro de 2010 | 04h01

O argentino Jose Maria Lopez vai ser o piloto da nova escuderia de Fórmula 1, a norte-americana, USF1, na temporada 2010. A presidente da Argentina Cristina Kirchner anunciou a novidade na segunda feira, 25, em Buenos Aires e segundo a governante, ela "está muito feliz ao ajudar neste excitante novo projeto".

 

Lopez, com 26 anos, foi piloto de teste da Renault e será o vigésimo quarto piloto argentino a dirigir na categoria. O último que dirigiu um Fórmula 1 foi o Gaston Mazzacane, pela escuderia francesa Prost, em 2001.

 

Ele, que tem mais de 9.600 quilômetros de teste no volante, dominou a corrida da Argentina, quando não conseguiu ir para a categoria em 2007.

 

"Esse é um momento memorável para mim, minha família e para o povo argentino", disse Lopez. "É claro que a nova equipe de F1 tem muitos desafios, mas o nosso objetivo é melhorar a cada corrida e fazer da fundação um time que vai competir por vitórias e campeonatos", completa o piloto.

 

O vice-presidente executivo da USF1, Pete Windsor, disse que o time acompanhava o piloto desde 2003 e que ele trilhou o próprio caminho. O time que tem base em Charlotte, na Carolina do Norte ainda busca um segundo pilioto.

 

"Você pode dar cada passo ao logo do caminho, mas, se você não tiver os caras certos nos lugares certos, todo o resto é por nada", diz Windsor. Com Jose Maria Lopez, temos posicionado que o piloto fara uma boa campanha na estreia de 2010. Lopez deve estreara na abertura, no Grande Prêmio do Bharain, no dia 14 de março.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Argentinapiloto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.