Divulgação/Sevilla
Divulgação/Sevilla

A cerca de uma semana de jogo da Liga Europa, Sevilla revela caso de coronavírus

Às vésperas de enfrentar a roma, clube espanhol tem um jogador com caso assintomático da doença

Redação, Estadão Conteúdo

29 de julho de 2020 | 12h01

O Sevilla comunicou que um de seus jogadores testou positivo para o coronavírus. O clube não divulgou o nome do atleta infectado, explicando que ele estava assintomático para a covid-19 e está em boas condições de saúde, isolado na sua residência.

De acordo com o Sevilla, o resultado positivo saiu na segunda-feira, após o elenco, a comissão técnica e demais funcionários do clube realizarem exames no último domingo.

Imediatamente, as autoridades esportivas e de saúde foram informadas, com o clube suspendendo temporariamente os treinamentos. Também desinfetou também as instalações do clube, de acordo com os protocolos rigorosos em vigor por causa da pandemia.

Além disso, o Sevilla, submeteu seus funcionários a novos testes para coronavírus. "Desde o conhecimento do positivo, o clube já realizou dois novos testes individuais no restante dos funcionários. No primeiro, todos os testes realizados foram negativos", afirmou o time espanhol, que ainda aguarda o resultado da segunda bateria de exames.

Quarto colocado no Campeonato Espanhol, o Sevilla está programado para enfrentar a Roma em 6 de agosto, em Duisburg, na Alemanha, pelas oitavas de final da Liga Europa. A série estava prevista para março, com jogos de ida e volta, mas foi adiada em função da pandemia, sendo realizada agora em um único duelo, com portões fechados e em campo neutro.

Na terça-feira, o atacante do Real Madrid Mariano Diaz testou positivo, lançando dúvidas sobre sua participação no duelo da próxima semana com o Manchester City pela Liga dos Campeões. Almería e Zaragoza, que vão disputar uma vaga na primeira divisão espanhola contra Girona e Elche, também tiveram um resultado positivo, cada, relatados nesta semana.

Houve um aumento nos casos de coronavírus na Espanha na última semana. O balanço mais recente apontou mais de 280 mil infectados no país, com 28.436 mortes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.