Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

A contagem regressiva de Ceni: gols fecham massacre sobre o Vasco

Série relembra atuação do goleiro em vitória pelo Brasileiro de 2008

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2015 | 10h00

Rogério Ceni está a menos de 15 jogos de encerrar a carreira e neste domingo, no Morumbi, enfrenta um adversário que costuma lhe dar sorte. Além das três vitórias do São Paulo sobre o Vasco neste ano, a equipe paulista teve em 2008 uma partida memorável contra o adversário, quando dois gols do goleiro firmaram de vez o time na luta para reagir e arrancar ao então improvável tricampeonato Brasileiro.

O Estado relembra essa partida como outro capítulo da série especial de partidas inesquecíveis do ídolo são-paulino. O resgate histórico antecipa a preparação para a homenagem à aposentadoria do goleiro, que aos 42 anos deve dar adeus ao futebol ao fim desta temporada.

Em 4 de agosto de 2008 o São Paulo recebeu o Vasco em uma tarde chuvosa no Morumbi. A expectativa no estádio era pela estreia de André Lima, atacante contratado meses antes. O ex-Hertha Berlim logo acabou com a espera da torcida e com gols aos 20 e aos 40 minutos do primeiro tempo, colocou o time em vantagem, fora outras boas oportunidades perdidas.

No segundo tempo a equipe fez marcou duas vezes para fechar o placar em 4 a 0. Rogério Ceni cobrou falta aos 24 minutos e deixou o goleiro Tiago, fã declarado do são-paulino, sem chance de defesa. O novo golpe veio já aos 41 minutos, de pênalti. Era naquela altura o 82º gol da carreira dele.

O resultado colocou o São Paulo pela primeira vez no G-4 do Brasileirão, graças à derrota do Vitória para o Grêmio. O clube do Morumbi fazia naquele primeiro turno uma campanha irregular e que só foi embalar depois da segunda metade do campeonato, quando a série de 18 jogos de invencibilidade confirmou ao time do técnico Muricy Ramalho a terceira conquista consecutiva.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 4 x 0 VASCO

3/8/2008 - CAMPEONATO BRASILEIRO

SÃO PAULO:  ogério Ceni; Éder, André Dias, Rodrigo e Richarlyson (Alex Cazumba); Jean, Joilson e Jorge Wagner; Dagoberto (Júnior), André Lima (Aloísio) e Éder Luis. Técnico: Muricy Ramalho.

VASCO: Roberto; Victor (Anderson), Eduardo Luiz e Jorge Luiz; Wagner Diniz, Marquinho, Souza (Rodrigo Antônio), Madson (Alan Kardec), Morais e Edu; Leandro Amaral. Técnico: Antônio Lopes.

Gols: André Lima, aos 21, e aos 40 minutos do 1º tempo. Rogério Ceni, aos 24, e aos 41 minutos do 2º tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.