Martin Benetti/AFP
Martin Benetti/AFP

'A Copa América para mim acabou', diz Neymar após despedida

Atacante deixou a seleção brasileira nesta segunda-feira

ALMIR LEITE E GONÇALO JUNIOR, enviados especiais a Santiago, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2015 | 11h56

O atacante Neymar deixou a concentração da seleção brasileira, em Santiago, na manhã desta segunda-feira. A despedida foi realizada horas depois de a CBF anunciar que havia desistido do recurso para diminuir a pena de quatro jogos imposta pela Conmebol por causa da expulsão no jogo contra a Colômbia.

"É complicado um cara treinar sem ser para alguma coisa. Todos que estão aqui estão treinando para jogar, em busca do título, como eu vinha treinando. A Copa América para mim acabou e não tinha porque eu estar aqui. Motivo de tristeza. Ia me matar por dentro. Você não tem alegria, não encontra alegria em nada. Agora é descansar a mente e curtir a família em casa", disse o jogador, que seguiu para São Paulo em avião particular.

Neymar deixou o hotel Sheraton, em Santiago, local da concentração, com o prêmio de melhor jogador da vitória por 2 a 1 sobre o Peru. Ele admitiu que a confusão que levou à sua expulsão no jogo contra a Colômbia vai servir de aprendizado.

"Meus companheiros, comissão técnica... Todos sabem o que eu sinto, o que eu penso. Eu me deixei levar, me pus nessa situação chata", disse o jogador. "Teve aquele momento com esperança (de que a pena pudesse ser reduzida). Mas agora já foi, já passou. Agora é o momento de refletir e que sirva de aprendizado não só para mim, mas para todo mundo. É mais uma coisa que acontece na minha vida e eu aprendo muito."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.