'A culpa é minha', diz Rogério Ceni após perder pênalti

Goleiro desperdiça a quarta cobrança seguida neste ano

Carla Araújo, Agência Estado

13 de outubro de 2013 | 19h29

SÃO PAULO - Rogério Ceni assumiu a responsabilidade e decidiu cobrar o pênalti que poderia dar a vitória ao São Paulo no clássico contra o Corinthians. Mas o goleiro artilheiro acabou desperdiçando a chance de fazer 1 a 0, aos 44 minutos do segundo tempo, ao ver Cássio tocar levemente na bola e comemorar a defesa. Com isso, o jogo no Morumbi terminou sem gols.

O capitão são-paulino lamentou a chance perdida e disse que os companheiros do clube não mereciam o empate. "É ruim. Fui com convicção, mas o Cássio foi bem e tocou com a pontinha da mão na bola. É uma pena, apareceu a oportunidade e a culpa é minha. A responsabilidade de executar a cobrança era minha. Não tive como retribuir aos meus companheiros tudo o que eles se entregaram em campo", afirmou Rogério Ceni, ao deixar o gramado do Morumbi.

Com o empate no clássico, o São Paulo viu acabar a sequência de vitórias - tinha batido Vitória e Cruzeiro nos dois jogos anteriores - e ficou com 34 pontos, ainda perigosamente perto da zona de rebaixamento do Brasileirão. Na próxima quarta-feira, o time recebe o lanterna Náutico, que neste domingo foi goleado pelo Internacional por 4 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.