A decisão foi profissional, diz Gallo

Revelando que tem um carinho muito grande pela Portuguesa, clube em que foi vice-campeão Brasileiro em 96 como jogador, Gallo comentou nesta quarta-feira que sua saída do Canindé ocorreu por motivo profissional. "Os dirigentes e os torcedores tentaram de todo jeito que eu continuasse, passei das quatro da tarde às nove da noite de quarta-feira tentando explicar a situação, mas sou um profissional do futebol e busco um up grade na carreira em todos os sentidos", disse. "O Santos dá a condição de mostrar meu trabalho e dentro disso, a explicação mais plausível que passei a eles foi o crescimento e a evolução normal de um profissional?, finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.