Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

'A desconfiança não nos incomoda', diz Willian sobre seleção brasileira

Meia garante que o grupo está motivado diante das cobranças

ALMIR LEITE E GONÇALO JUNIOR, enviados especiais a Santiago, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 14h17

O meia Willian, um dos principais jogadores da seleção brasileira afirma que a desconfiança não incomoda e que grupo está motivado diante das cobranças. "A vontade de vencer é natural quando você se apresenta à seleção brasileira. Temos de focar e nos fechar entre nós. Sabemos da nossa qualidade, sabemos o que podemos fazer pela seleção", afirmou o jogador do Chelsea em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, em Santiago.

"Temos de dar uma resposta para nós mesmos. Queremos muito vencer essa Copa América. Queremos vencer para nós e não para mostrar nossa capacidade", completou o meia, que agora divide um protagonismo que era todo de Neymar.

Na partida contra a Venezuela, Willian foi um dos melhores em campo e assumiu a responsabilidade da armação das jogadas. Foi dele o lance do segundo gol, finalizado por Roberto Firmino. Contra o Paraguai, Willian espera uma partida ainda mais difícil. "É um adversário competitivo e que briga o tempo todo, mas nós sabemos como jogar com adversários desse tipo", afirmou.

O jogador que atua no futebol inglês também deu a receita que o Brasil deve adotar para superar a fase de quartas de final. "Temos de jogar para cima do adversário, sem medo e buscar o controle do jogo. Existem momentos em que o adversário vem para cima e temos de marcar certinho, de maneira compacta e concentrada", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.