A dúvida da Argentina é no ataque

O técnico Marcelo Bielsa tinha a escalação da Argentina na cabeça para o jogo de quarta-feira contra o Brasil no Mineirão, mas ganhou uma dúvida de última hora por causa do desgaste do atacante César Delgado ? que jogou quarta-feira à noite e sábado à tarde pelo Cruz Azul no Campeonato Mexicano e só se apresentou neste domingo à noite. Como Mariano Gonzalez (Racing) e Mauro Rosales (Newell?s Old Boys) passaram a semana treinando com a seleção e não jogaram por seus clubes na rodada de sábado, passaram a ser levados em conta pelo treinador para formar o ataque com Hernán Crespo e Kily Gonzalez. Nesta segunda-feira de manhã, Bielsa terá todos os jogadores à disposição pela primeira vez na preparação para o jogo de quarta. Além de César Delgado, outros três jogadores se incorporaram neste domingo à noite ao grupo: o goleiro Abbondanzieri, o zagueiro Burdisso (ambos do Boca Juniors) e o meia Lucho Gonzalez, do River Plate. A equipe treinou neste domingo de manhã. À tarde, os jogadores tiveram folga e puderam sair da concentração. Nesta segunda o treino será pela manhã e Bielsa dará uma coletiva às 13h30. A delegação viajará para o Brasil num vôo fretado que deixará Buenos Aires às 17 horas. Três jogadores darão entrevista esta noite no hotel Ouro Minas e terça-feira ninguém da delegação falará com a imprensa. Bielsa vai avaliar bem a condição física de César Delgado antes de decidir se o escalará para enfrentar o Brasil. Ele precisa de um jogador com muito fôlego para jogar aberto no lado direito do ataque, porque uma de suas missões será dificultar os avanços de Roberto Carlos. Mariano Gonzalez normalmente joga pelo lado esquerdo, mas por ser destro não tem dificuldade em atuar do outro lado. No Pré-Olímpico disputado em janeiro no Chile ele teve a missão de fechar o caminho para o lateral-direito brasileiro Maicon no jogo que a Argentina venceu por 1 a 0. Mauro Rosales joga pela direita e no Pré-Olímpico era o reserva de César Delgado.Na coletiva deste segunda-feira, Bielsa deverá anunciar que Zanetti será o capitão diante do Brasil. O zagueiro Ayala, que normalmente usa a braçadeira, cumprirá suspensão automática no Mineirão e voltará ao time no jogo de domingo contra o Paraguai, em Buenos Aires. Sem Ayala, que é seu líbero, o treinador foi obrigado a alterar o posicionamento de Samuel. O novo jogador do Real Madrid normalmente joga marcando pelo lado esquerdo na linha de três zagueiros, mas desta vez será o líbero. Seus companheiros serão Quiroga (Sporting de Lisboa) e Heinze (Paris Saint-Germain). A Argentina deverá jogar com Cavallero; Quiroga, Samuel e Heinze; Zanetti, Mascherano, Aimar e Sorín; César Delgado (Mariano Gonzalez ou Rosales), Crespo e Kily Gonzalez. Bielsa está preparando seu time para marcar a saída de bola do Brasil. Sua intenção é impedir que a seleção de Parreira faça o que o treinador brasileiro mais gosta: manter a posse de bola e ficar tocando de um lado para o outro até encontrar espaço para ?dar o bote? e finalizar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.