Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

À espera de documento, Aguirre deve estrear à frente do São Paulo no fim de semana

Uruguaio aguarda emissão do visto para trabalhar no Brasil para poder estar na beira do gramado

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

13 Março 2018 | 07h00

A estreia de Diego Aguirre à frente do São Paulo só deve acontecer no fim de semana, no primeiro jogo das quartas de final do Paulistão contra o São Caetano. Apresentado na segunda-feira, o treinador uruguaio ainda precisa obter seu visto para trabalhar no Brasil.

Temporal interrompe treino com Jucilei e Sidão no São Paulo

Após sua coletiva de apresentação, na segunda, já deixou o CT da Barra Funda para tentar acelerar a emissão do documento. A expectativa no clube é que a situação esteja regularizada até sexta.

Até lá, é o auxiliar André Jardine que segue no comando interino da equipe. O time viaja nesta terça para Maceió, para enfrentar o CRB na quarta, no estádio Rei Pelé, pela partida de volta da 3ª fase da Copa do Brasil. A ida, no Morumbi, terminou com vitória tricolor por 2 a 0.

Apesar de não poder ficar no banco comandando o time, a não ser que consiga o visto ainda hoje, Aguirre estará com a delegação e deve contribuir para a montagem da equipe que entrará em campo. Foi assim no último domingo, quando deu “pitacos” na equipe que venceu o Red Bull Brasil por 3 a 1 de virada, pela 12ª rodada do Estadual.

Aguirre tem pressa para conhecer as opções que terá em mão. Contra o time de Campinas, sugeriu a entrada de atletas como Caíque e Pedro, revelados na base, e observou Diego Souza mais recuado, não como centroavante. Estudioso, o treinador já começa a pensar em possíveis novidades e não descarta rodízios no time, prometendo valorizar os atletas do elenco e dando oportunidades para todos tentarem ganhar espaço.

Mais conteúdo sobre:
Diego Aguirre São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.