?A imprensa quer me tirar do time?, diz Adriano

Adriano resolveu romper o silêncio nesta quinta-feira, mas não com os brasileiros. Em entrevista a repórteres estrangeiros, o atacante afirmou que a imprensa de seu País quer tirá-lo da seleção. "Faz mais de um ano que querem me tirar do time titular, eles (jornalistas) só sabem bater em mim e distorcer aquilo que falo", desabafou antes do treino da equipe, nesta quinta-feira, em Bergisch Gladbach. "Mas eles vão se dar mal, porque, quem ri por último, ri melhor", disparou o atacante, que não conversa com nenhum jornalista do Brasil desde a vitória sobre o Japão por 4 a 1, em Dortmund. Em sua visão, as críticas feitas a seu desempenho na seleção são injustas. Acha que há pressão para a entrada de Robinho em seu lugar no time. Por isso, decidiu iniciar boicote à imprensa.Na Itália, onde defende a Internazionale, Adriano também teve problemas com a mídia e os torcedores. Teve péssima temporada e, por isso, recebeu vaias do público. Quando apresentou-se à seleção, em Weggis, há pouco menos de 40 dias, disse que na seleção se sentia à vontade, por ser bem tratado, ao contrário do que vinha ocorrendo em Milão. Seu empresário, Gilmar Rinaldi, disse que Adriano resolveu parar de falar "por não saber se expressar e, conseqüentemente, ser mal interpretado." E garantiu que ele volta à Inter após a Copa do Mundo, apesar do desgaste na Itália. Na Espanha, havia especulações de que o Real Madrid pensava em contratá-lo. Na Alemanha, até agora, o atleta fez dois gols, mas ainda não teve bom rendimento em nenhum dos quatro jogos do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.