Alessandra Tarantino/AP
Alessandra Tarantino/AP

'À la Brasil x Alemanha', Bayern aplica 7 a 1 na Roma

Time alemão bate o rival em pleno Estádio Olímpico e dispara na liderança do Grupo E da Liga dos Campeões, com nove pontos

Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 19h01

A Alemanha volta a assombrar o futebol. Desta vez não foi a seleção nacional, que não teve dó do Brasil e o goleou por impiedosos 7 a 1 em pleno estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pelas semifinais da Copa do Mundo. Foi o melhor clube do país tetracampeão mundial, comandado por Pep Guardiola, que aplicou a mesma quantidade de gols, jogando de forma vistosa e sem medo. Em pleno estádio Olímpico, lotado de fanáticos torcedores da Roma, o Bayern de Munique fez 7 a 1 nos italianos, pela terceira rodada do Grupo E da Liga dos Campeões da Europa.

Tentando voltar aos bons tempos vividos na década de 80, quando contava com o brasileiro Paulo Roberto Falcão no elenco, a Roma parecia que tinha condições de fazer um jogo de igual para igual com o Bayern de Munique. Só parecia. Logo de cara, aos 9 minutos, em sua jogada típica pelo lado direito, o holandês Robben cortou Ashley Cole para a esquerda, dentro da área, e abriu o placar em chute cruzado.

Na sequência, a Roma teve duas boas chances de gols, que foram paradas pelo seguro goleiro Neuer. Até que, aos 23, em uma sequência parecida que a Alemanha fez no Brasil - com quatro gols em seis minutos -, o Bayern de Munique precisou de um pouco mais - 13 minutos - para marcar mais quatro e ir para o intervalo com 5 a 0. Götze (aos 23, em chute rasteiro da entrada da área), Lewandowski (aos 25, de cabeça), Robben de novo (aos 30, em chute forte de dentro da área, pela esquerda) e Müller (aos 36, em cobrança de pênalti) foram os responsáveis por deixar incrédulos os torcedores da Roma.

Para a segunda etapa, o Bayern de Munique diminuiu o ritmo e a equipe da casa foi ao ataque para diminuir a humilhação. Criou boas chances, novamente defendidas por Neuer, e conseguiu o seu gol aos 21 minutos, quando o marfinense Gervinho se antecipou ao goleiro alemão e marcou de cabeça na pequena área.

Talvez prevendo uma reação da Roma, o time alemão voltou a imprimir um ritmo mais forte em campo e dois jogadores que estavam no banco de reservas completaram a goleada. Aos 33 minutos, o francês Franck Ribéry recebeu passe pelo lado direito e tocou por cobertura da entrada da área para marcar o sexto gol. Dois minutos depois, em bobeada da zaga italiana, o suíço Shaqiri pegou rebote do goleiro Marco De Sanctis e fechou o impiedoso 7 a 1 no placar.

Com nove pontos, o Bayern de Munique disparou na liderança do grupo. Aproveitando o empate entre CSKA Moscou e Manchester City por 2 a 2, na Rússia, o time alemão tem agora cinco pontos de vantagem para a Roma, que segue em segundo. Os ingleses têm dois pontos e os russos, apenas um. No próximo dia 5, os jogos serão invertidos: Bayern de Munique x Roma, na Alemanha, e Manchester City x CSKA Moscou, na Inglaterra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.