Divulgação
Divulgação

A oito pontos do G-4, Cruzeiro sonha com vaga na Libertadores

Equipe ocupa apenas a 11ª colocação do Brasileiro

Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2015 | 12h12

A vitória sobre o Fluminense e a ascensão desde a chegada de Mano Menezes deram novo ânimo ao Cruzeiro. Da briga contra o descenso, a equipe se estabilizou no meio da tabela e agora sonha até com uma vaga no G-4, mesmo estando apenas em 11.º, a oito pontos da zona de classificação para a Libertadores. Pelo menos foi isso que afirmou o atacante Willian, principal destaque celeste neste Brasileirão.

"A gente tem que sonhar, logicamente. Mas não adianta pensar no G-4, focar somente nisso, se não fizermos nossa parte nos jogos. Temos que ter este objetivo, mas também ter muita cautela, enfrentar esses jogos como decisões. Outros adversários podem tropeçar. Se der uma brechinha podemos chegar lá em cima sim", declarou.

Willian definitivamente vive momento diferente no Cruzeiro. Se com Vanderlei Luxemburgo foi parar no banco e chegou até a ficar fora de algumas partidas, com Mano Menezes assumiu o protagonismo da equipe. Prova disso são os nove gols marcados nas últimas nove partidas, que levaram o time mineiro ao lugar que ocupa no momento na tabela. Mas se engana quem pensa que Mano é o único responsável por essa evolução do jogador.

"Isso tem um dedo do Mano, mas também do próprio Deivid (auxiliar), que contra a Ponte mudou minha forma de jogar. Me dá uma liberdade, estar próximo do gol. Consegui adaptar bem, dar sequência nos gols, dar assistência. Tem sido uma coisa muito importante. Essa mudança de posicionamento tem dado certo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroWillian

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.