Felix Ordonez/Reuters
Felix Ordonez/Reuters

'A verdade é que quero ficar em Madri', diz Kaká após jogar partida completa

Após mais de um ano parado, por lesão no joelho, meia volta a jogar e marca dois gols de pênalti

estadão.com.br,

11 de abril de 2011 | 09h44

SÃO PAULO - O joelho melhorou e Kaká respondeu. Depois de mais de um ano sem poder jogar uma partida completa, o meia brasileiro defendeu o Real Madrid contra o Atlético de Bilbao neste fim de semana, pelo Campeonato Espanhol, e marcou dois gols, ambos de pênalti, e deixou um recado para a torcida do Real Madrid: ele quer continuar no clube.

 

"Alguns diziam que eu queria ir embora. Outros que eu não queria jogar em Madri. A verdade é que quero ficar em Madrid", disse Kaká em entrevista ao jornal espanhol As. O meia afirmou que o que quer mesmo é "jogar". "Mesmo que se digam muitas coisas, eu sei qual é a verdade. Que estou trabalhando para jogar no Real Madrid", completou.

Kaká também deixou claro que não tem problemas com Mourinho, nem com o presidente do Real Madrid. "O único problema que tive foi meu joelho. Uma lesão física que me limitava para jogar com nível máximo e espero que não aconteça mais".

 

O meia não deixou de comemorar a volta aos campos, diz estar "feliz, sorridente" e não demorou a receber os parabéns, por twitter, de ilustres companheiros brasileiros, como Elano, Rivaldo e Ronaldo.

 

Mas Kaká afirma que ainda tem uma "dívida" com o Real Madrid. "Me incomoda um pouco [ter ficado parado], porque ainda não tive a oportunidade de cumprir com as expectativas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.