Abatido, Abel Braga lamenta 'decepção horrível' no Beira-Rio

Torcedores protestaram na zona mista após derrota para o Figueirense e pediram a saída do treinador. Inter cai para a 3º

Estadão Conteúdo

08 Setembro 2014 | 08h46

Abatido pela segunda decepção seguida nos últimos dias, Abel Braga só conseguiu lamentar a derrota de virada do Internacional para o Figueirense, no Beira-Rio. Favorito e jogando em casa, o time gaúcho abriu 2 a 0, placar que assegurava a permanência na vice-liderança do Brasileirão, mas cedeu espaços ao rival e acabou sendo derrotado por 3 a 2.

"É decepcionante. Inacreditável", repetiu o treinador. "É um jogo para esquecer, foi uma decepção horrível", declarou Abel, que disse compreender as críticas das arquibancadas. "A manifestação da torcida é absolutamente normal. O torcedor tem todo o direito. Com certeza. Eles estão sentido uma decepção muito grande. Porque é exatamente o que estou sentindo."

Abel assumiu a responsabilidade pelo inesperado revés, logo depois da eliminação na Copa Sul-Americana, no meio de semana. "Tenho que assumir a responsabilidade disso. Fizemos um segundo tempo para esquecer", ponderou, sem minimizar as críticas aos jogadores.

"A gente conversou no intervalo para não dar contra-ataque, falamos isso e tomamos um dos gols após uma falta a nosso favor no ataque", declarou o técnico. "O jogo estava todo encaixado. Eles tiveram uma competência muito grande, e nós, não. Não tivemos a competência necessária pra segurar o resultado".

O revés custou a segunda posição da tabela ao time gaúcho. Com 34 pontos, foi superado pelo São Paulo e caiu para o terceiro lugar, ainda dentro da zona de classificação à Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.