Marta Perez/Efe
Marta Perez/Efe

Abatido, Puyol admite surpresa com saída de Vilanova

Capitão do Barcelona afirma que todo o elenco foi surpreendido com a notícia

AE, Agência Estado

22 de julho de 2013 | 11h57

BARCELONA - Capitão do Barcelona, o zagueiro Carles Puyol não escondeu o abatimento pela saída inesperada do técnico Tito Vilanova, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira. O defensor disse que todo o elenco do time catalão foi surpreendido pela notícia, anunciada na sexta passada. Vilanova se desligou do clube para poder tratar um câncer na garganta.

"A verdade é que foi um grande baque para todos nós e, infelizmente, temos sofrido alguns deles recentemente", afirmou o zagueiro, referindo-se ao lateral Eric Abidal. O francês, que por coincidência fez uma visita ao Barcelona nesta segunda, precisou se afastar dos gramados para fazer um transplante de fígado no ano passado.

"Desta vez, foi mais difícil. Não esperávamos nada deste tipo. O grupo ficou muito abalado porque Tito sempre esteve muito presente. Queremos mandar-lhe toda nossa energia. Ele já nos explicou a situação e transmitiu seus votos de confiança a nós. Estamos com ele até o fim", declarou Puyol.

O zagueiro ressaltou que o elenco está mais abalado pela doença, que aparentemente estava contida, do que pela saída de Vilanova. "Não se trata de não ter mais um técnico. É que foi uma doença a responsável por sua saída. E o que realmente importa é a pessoa. Tito nos disse que deveríamos dar o máximo ao clube, o que seria o melhor jeito de ajudá-lo", disse.

Com a saída de Vilanova, alguns nomes já surgem como potenciais candidatos para assumir o cargo de treinador do Barcelona. Gerardo Martino, treinador do Newell''s Old Boys, e Luis Enrique, ex-comandante do time B do Barcelona, são os mais cotados.

"Todos os nomes que estão sendo cotados são capazes de assumir o Barça. Quem vir para cá receberá toda a nossa ajuda possível. Temos nosso jeito próprio de jogar e nossa filosofia de futebol. E estou convencido de que a diretora está procurando por um treinador que poderá ser adaptar ao clube", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.