Miguel Gutierrez / AP
Miguel Gutierrez / AP

Abatido, Vasco tenta quebrar série invicta do Grêmio para deixar degola

Equipe cruz-maltina precisa vencer e torcer contra o Sport para sair da zona de rebaixamento nesta rodada

Redação, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2020 | 13h37

O clima é ruim no Vasco. Afundado entre os piores, vem de goleada em casa no Brasileirão e de eliminação na Copa Sul-Americana. Longe de seus domínios, a abatida equipe tentará acabar com a série invicta do Grêmio, às 16 horas, em nova tentativa de deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão.

Na rodada passada, bastava ganhar do Ceará para os cariocas saírem da zona do rebaixamento. Levaram 4 a 1. Na quarta-feira, precisava de um 0 a 0 para avançar na Sul-Americana e o time novamente perdeu em São Januário. Foi eliminado com 1 a 0 contra. Falhou em dose dupla no Rio e vai sob pressão para o duelo na Arena Grêmio.

Necessitando de um triunfo urgente após cinco jogos sem um resultado positivo, o Vasco segue sem o goleador Cano e tem seu substituto, Ribamar, abalado após perder muitos gols na eliminação diante do Defensa y Justicia.

Com apenas 11 jogos no comando no Vasco, alguns à distância por causa da covid-19, o técnico português Ricardo Sá Pinto já sofre pressão por demissão de alguns torcedores e, sobretudo, de conselheiros. Não apenas pela queda na Sul-Americana, mas pelo fraco desempenho de 33,3% de aproveitamento.

Chegou a se irritar após a última derrota, mas ganhou um respaldo da diretoria. Colocar a cabeça no lugar e tentar ganhar do Grêmio no Sul são as missões vascaínas. Os gaúchos, contudo, não sabem o que é derrota faz 15 partidas.

O goleiro Fernando Miguel está recuperado da covid-19, assim como o atacante Talles Magno. Têm tudo para voltar ao time titular. Pikachu volta após cumprir suspensão. Andrey levou o terceiro amarelo e está fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.