Abbondanzieri diz deixar a Copa contente com a Argentina

?A Argentina foi superior a todos os rivais que enfrentou nesse Mundial. Por isso, saio daqui muito contente?, disse, na sexta-feira, o goleiro Roberto Abbondanzieri, único jogador argentino a falar com os jornalistas durante a ?desativação do quartel-general? argentino em Herzogenaurach. Ele já estava recuperado da contusão que o tirou do jogo contra a Alemanha, aos 27 minutos do segundo tempo. Recebeu uma joelhada de Klose nas costelas. ?Doía muito e não podia continuar. Poderia prejudicar a equipe.? Abbondanzieri elogiou muito o grupo de jogadores argentinos e disse acreditar em um bom futuro , se for mantido o trabalho feito até agora. Um futuro do qual ele, aos 34 anos, não deverá fazer parte. Agora é o tempo de Oscar Ustari, de 20 anos, que foi ao Mundial como terceiro goleiro e que ainda não estreou no time principal da Argentina. É campeão mundial sub-20 como Messi, Agüero e Gago jogadores de que se ouvirá falar muito agora. Eles, ao lado de Tevez e Mascherano devem comandar a luta argentina por um título que não tem desde 1986. A Fifa decidiu investigar a briga ocorrida após a decisão por penais entre Argentina e Alemanha. O lateral Leandro Cufré, que acertou um pontapé em Metersaker, levou cartão vermelho, mesmo sem ter participado do jogo.

Agencia Estado,

01 Julho 2006 | 14h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.