ABC quebra jejum de 19 jogos e vence o América-MG na estreia de Sérgio China

Depois de 15 jogos em casa na Série B do Campeonato Brasileiro, o ABC finalmente pôde comemorar uma vitória dentro do estádio Frasqueirão, em Natal. Jogando com o América-MG, pela 31.ª rodada, o time potiguar venceu por 4 a 2 na estreia do técnico Sérgio China, que chegou para substituir Hélio dos Anjos. De quebra, derrubou um jejum de 19 jogos sem vitória.

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2015 | 19h13

A vitória inesperada do time potiguar dificultou a situação do América-MG na tabela. Na briga pelo acesso na próxima temporada, o clube mineiro se manteve com 51 pontos, mas não deixa o G4 nesta rodada, já que o Santa Cruz também perdeu. Já o ABC chegou aos 27 pontos e mantém vivo sonho de deixar a zona de rebaixamento.

O ABC apostou na pressão logo nos minutos iniciais para abrir o placar. Mesmo jogando com três zagueiros, o América mostrava-se perdido em campo e foi vazado aos nove minutos. Romarinho fez belo pivô na meia-lua da grande área e tocou para Rafinha, que entrou em velocidade e bateu na saída do goleiro João Ricardo.

Jogando melhor, o time da casa foi incendiar o jogo só no finalzinho do primeiro tempo. Mais uma vez Romarinho mostrou qualidade e enfiou a bola para Erivélton, que também invadiu a grande área e tocou na saída do goleiro adversário: 2 a 0. Mas, pouco tempo depois, aos 48, Mancini cobrou uma falta na direção da grande área e o zagueiro Alison diminuiu para o visitante.

Na estreia de Sérgio China, o técnico tirou Romarinho no intervalo e colocou Bismark, pensando em fechar o meio campo para sair de campo com a vitória. A alteração chamou o América-MG ainda mais para o campo de ataque em busca do empate, até que, aos 20 minutos, Mancini aproveitou corta-luz de Richarlison e fuzilou para o fundo das redes.

Mas a reação do ABC não demorou. Na base da pressão e depois de três lances de perigo, Ednei tentou o arremate. A bola explodiu no braço do zagueiro André. Bem posicionado, o árbitro assinalou a penalidade e o próprio atacante converteu, no canto esquerdo, aos 30 minutos.

Sabendo da importância da vitória, o ABC foi pra cima do adversário e sacramentou a primeira vitória diante da sua torcida na Série B. Aos 40 minutos, Ednei bateu a falta, a bola ficou em cima da linha e o árbitro não assinalou o gol. O time mineiro tentou puxar contra-ataque, perdeu a posse e viu Bismark receber livre na grande área, driblar João Ricardo e fuzilar.

Na 32ª rodada, o América-MG recebe o Oeste no Independência, em Belo Horizonte (MG), às 21 horas da próxima sexta-feira. Já o ABC entra em campo no sábado, também às 21 horas, mas na Vila Capanema contra o Paraná.

FICHA TÉCNICA:

ABC 4 X 2 AMÉRICA-MG

ABC - Saulo; Ednei, Adriano Alves, Suéliton e Marcílio; Fábio Bahia, Rafael Miranda, Erivélton e Ronaldo Mendes (Jandson Chiclete); Rafinha (Luizão) e Romarinho (Bismark). Técnico - Sérgio China.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; André (Sávio), Alison, Wesley Matos e Walber; Leandro Guerreiro, Tony (Diego Lorenzi), Mancini e Guilherme Xavier (Bryan); Marcelo Toscano e Richarlison. Técnico - Givanildo Oliveira.

GOLS - Rafinha, aos 9, Erivélton, aos 45, e Alison aos 48 do primeiro tempo. Mancini, aos 20, Ednei, aos 30, Bismark aos 40 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

CARTÕES AMARELOS - Rafael Miranda, Sueliton e Marcílio (ABC); Walber, Leandro Guerreiro e Tony (América-MG)

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Frasqueirão, em Natal (RN).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.