Abel admite decepção após segunda derrota seguida

O Internacional jogou bem contra o Atlético Mineiro, teve boas chances de vencer, mas desperdiçou suas oportunidades e acabou acumulando nova derrota. Esta foi a avaliação do técnico Abel Braga sobre a partida disputada na noite de sábado, em Belo Horizonte, mas poderia ser aplicada também ao jogo anterior, quando perdeu para o Corinthians em casa.

Estadão Conteúdo

24 de agosto de 2014 | 11h56

Para o treinador, o time gaúcho sofreu duas derrotas consecutivas em partidas que tinha boas chances de vencer. "Estou muito decepcionado. Depois de um jogo fantástico, a gente perdeu de novo", lamentou Abel. "A decepção é total porque foram dois jogos perdidos e que tivemos chances de vencer."

A primeira derrota impediu o Inter de superar o líder Cruzeiro na tabela, ainda que provisoriamente, na quarta-feira. Agora, o revés afastou o time do primeiro colocado. A equipe mineira tem cinco pontos de vantagem, mas poderá ampliar a diferença ainda neste domingo, se vencer o Goiás, fora de casa.

Apesar do estrago que os tropeços causaram na campanha gaúcha, Abel evitou apontar culpados e rejeitou as críticas. "Ganhamos cinco jogos. Deixamos de ganhar dois. Não faremos terra arrasada e falar que ninguém presta", declarou. "O Valdívia entrou muito bem. O Alex entrou em uma posição que não faz há muito tempo e foi muito bem."

Abel poupou também Rafael Moura, que desperdiçou chance incrível no segundo tempo da partida. O atacante driblou o marcador na pequena área e, com gol livre, acertou o pé da trave. "O Rafael é um grande atleta, um grande profissional. Não preciso falar nada com ele", desconversou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterAbel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.