Abel ainda em dúvida no Fluminense

Sem Petkovic, suspenso, e provavelmente sem Felipe, machucado, além de outros desfalques no ataque, o técnico Abel Braga ainda não sabe se arma um Fluminense cauteloso ou ofensivo. A dúvida somente será desfeita horas antes do jogo contra o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda.?O bom senso me manda resguardar o time, mas prefiro pagar para ver. No entanto, ainda não sei o que vai prevalecer: o bom senso ou a traição ao esquema ofensivo?, declarou Abel Braga.O Fluminense tem vários problemas para escalar o setor ofensivo. Beto e Leandro estão machucados e Rodrigo Tiuí cumprirá suspensão. Assim, dos atacantes do elenco, Abel poderá contar só com Tuta e Adriano Magrão, mas eles têm características semelhantes: são jogadores fortes e com presença de área. ?Vão bater cabeça?, descartou o treinador. O desfalque mais sentido, porém, é o do meia Petkovic, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate com o Internacional,em Porto Alegre, no domingo passado. Além disso, o meia Felipe nem treinou nesta terça-feira. Ele deixou a sede do clube abatido, por volta das 14h40, 20 minutos antes do início do treinamento. Disse rapidamente que ainda sentia dores musculares, diagnóstico ratificado pelos médicos do clube.Apesar do relato de Felipe, Abel ainda tem uma pontinha de esperança de escalá-lo nesta quarta-feira. ?O jogo é de alto risco. Se o Corinthians vencer, abrirá oito pontos de vantagem e eles estão tranqüilos. Não é absurdo apontá-los como favoritos?, afirmou o treinador. Recorde - Para Gabriel, o jogo desta quarta-feira poderá ser especial. Com 14 gols neste Brasileiro, ele está a apenas um gol de se tornar o lateral que fez mais gols numa edição do campeonato nacional. A marca pertence a Mancini, atualmente na Roma, da Itália, e a Paulo Baier, do Goiás, autores de 15 gols cada na edição de 2002.?Não posso me preocupar com o feito histórico para não prejudicar a equipe. Porém, será uma grande satisfação conseguir alcançá-lo?, admitiu Gabriel, vice-artilheiro do Fluminense na temporada, com 22 gols.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2005 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.