Mailson Santana / Fluminense FC
Mailson Santana / Fluminense FC

Abel aponta evolução do Flu e time 'mais leve' antes de estreia na Copa do Brasil

Entretanto, técnico pede atenção com Caldense, que empatou em 0 a 0 com o Cruzeiro

Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2018 | 11h18

O técnico Abel Braga apontou evolução do time do Fluminense ao comentar a vitória por 2 a 1 sobre o Madureira, conquistada na noite deste domingo, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ), pelo Campeonato Carioca. O treinador exaltou o crescimento do setor defensivo da equipe e acredita que a mesma agora está "mais leve" para encarar a sua estreia na Copa do Brasil, quarta-feira, contra a Caldense, em Poços de Caldas (MG).

+ Goleiro uruguaio celebra chegada ao Fluminense e elogia torcida: 'Me motivou'

+ Airton diz ser polivalente e pede 15 a 20 dias para estrear no Flu

"A gente está procurando o resultado, é só o terceiro jogo dessa equipe (na temporada) e foi bem melhor que nos outros jogos. Criou mais situações, tomou um gol bobo, mas a defesa já tem começado a ter um entrosamento bom. Na falta de um meia, coloquei um atacante, já tivemos mais saída pelos lados do campo, mais finalização. A vitória é boa por isso, vai dando confiança", ressaltou o comandante tricolor.

Abel está comandando um processo de reformulação do time após perder nada menos do que oito jogadores que eram considerados titulares no ano passado. E exibiu um discurso otimista ao projetar a estreia do Fluminense na competição nacional, na próxima quarta. "Para aquilo que a gente estava buscando e procurando, (a vitória) dá moral, a gente fica mais leve. Não tem jogo fácil, as equipes (menores do Campeonato Carioca) voltaram a treinar em novembro, dentro de campo é complicado", analisou.

Já ao falar sobre o que espera para o duelo contra a equipe de Minas Gerais, Abel lembrou que o adversário segurou o forte Cruzeiro em empate por 0 a 0, no último dia 20, em casa, pelo Campeonato Mineiro.

"Vamos pensar em quarta-feira, é um jogo difícil contra a Caldense lá (em Poços de Caldas). Vimos como foi contra o Cruzeiro. Vou levar o que tenho de melhor, estou montando um time sem contar com oito titulares do ano passado. Quanto mais jogar junto, melhor. Vai adquirir o coletivo e a confiança do jogador também", enfatizou o técnico, descartando a possibilidade de poupar atletas em Minas Gerais.

Mais conteúdo sobre:
futebol Fluminense Abel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.