Fernando Llano/AP
Fernando Llano/AP

Abel Braga elogia 'entrega' do Fluminense e Fred festeja gol decisivo

Equipe exalta superação para superar jogo difícil e campo ruim na estreia da Libertadores

Agência Estado,

14 de fevereiro de 2013 | 10h32

CARACAS - Depois de ver o Fluminense sofrer para vencer o Caracas por 1 a 0, na noite da última quarta-feira, na Venezuela, na estreia da equipe carioca nesta edição da Copa Libertadores da América, o técnico Abel Braga exaltou a raça e a superação exibidas pelos seus comandados no confronto e deixou em segundo plano o fato de o time não ter conseguido apresentar um bom futebol.

O comandante também enfatizou que não teve como treinar os jogadores como gostaria para o confronto, assim como lembrou da desgastante viagem feita pelos mesmos e reclamou das condições ruins do Estádio Olímpico de Caracas.

"Ficou provada uma alma de competição muito grande deste time. Isso deve ter contagiado o torcedor tricolor e me contagiou muito. Nós conversamos ontem (terça-feira) sobre a nossa estratégia para a partida, tivemos de mudar hoje (quarta) antes do jogo e o comprometimento do time foi muito grande. Vir para um jogo de Libertadores sem treinamento e vencer foi muito bom. Se fosse em casa, teríamos treinado todos os dias, mas aqui não foi assim. Para mim, como treinador, foi muito bom ver essa entrega", afirmou Abel Braga, em entrevista coletiva após o duelo.

E o treinador já começou a projetar o duelo seguinte que o Fluminense fará pela Libertadores, diante do Grêmio, na próxima quarta-feira, no Engenhão. "Vai ter sempre uma dificuldade de enfrentar o Grêmio, assim como eles vão ter dificuldades de enfrentar o Fluminense na Arena (da equipe gaúcha). Vai ser um jogo igual, competitivo", aposta.

Por causa deste confronto diante dos gremistas, Abel deverá poupar boa parte dos seus titulares da partida do próximo domingo, contra o Volta Redonda, fora de casa, pelo Campeonato Carioca. Porém, o treinador evitou adiantar a formação que utilizará no duelo. "Vou conversar muito com a minha comissão técnica, meu fisiologista, meus jogadores. Já está apertando o calendário. Minha equipe jogou sábado, hoje (quarta-feira) e vai ter mais dois jogos. Minha preocupação é ver que equipe vou escalar contra o Volta Redonda", disse.

Já o atacante Fred, autor do belo gol que garantiu o triunfo do Fluminense na Venezuela, festejou o fato de ter sido decisivo mais uma vez pela equipe. "O (Rafael) Sobis trouxe a bola para o meio, tabelou comigo e chutou. A bola resvalou no zagueiro e sobrou para mim. Eu tive a felicidade de concluir bem para o gol", disse o artilheiro, que também exaltou a importância de o Fluminense começar a Libertadores conquistando três pontos.

"Estrear com vitória era o nosso objetivo. É uma vitória que temos de valorizar muito, porque nós sabíamos das dificuldades, pela ansiedade e por jogar fora de casa. Mas conseguimos superar tudo, fazer um bom jogo e sair com a vitória é muito bom", completou o capitão tricolor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.