Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Abel Braga estreia no Cruzeiro apostando em mescla entre juventude e experiência

No Goiás, Ney Franco não se ilude com situação delicada do adversário e prevê jogo duro

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2019 | 08h39

A luta do Cruzeiro para tentar escapar da degola no Campeonato Brasileiro continua nesta segunda-feira, às 20 horas, diante do Goiás no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 22.ª rodada, com um novo técnico, Abel Braga, que promete investir na experiência para ter sucesso em sua nova missão.

O time mineiro está com 19 pontos na tabela de classificação do Brasileirão, ocupando o 17º lugar, e tenta se aproximar do pelotão logo à frente, aberto pelo Fluminense, que venceu o Grêmio neste domingo e está com 22, em 16.º.

Terceiro comandante da equipe em um espaço de pouco mais de 50 dias - Mano Menezes foi demitido em 8 de agosto e deu lugar a Rogério Ceni, que, por sua vez, caiu na última quinta-feira -, o carioca de 67 anos já avisou que pretende agir com cautela na hora de lançar os garotos na equipe.

Com isso, presume-se que medalhões como o lateral-direito Edilson, o meia Thiago Neves e o atacante Sassá, que andaram se envolvendo em polêmicas com Rogério Ceni, devem retornar como opções. Além disso, o novo técnico, que pela primeira vez conduzirá o Cruzeiro em sua carreira, não esconde que peças como Fábio, Dedé, Léo, Henrique e Robinho podem ser o alicerce de uma aposta em uma mescla entre jovens valores e atletas mais tarimbados.

"Tudo será com calma. Agora não é o momento ideal para ficar na dependência de que os garotos vão resolver. Tenho muita sorte em revelar jogadores, mas as coisas acontecem com naturalidade e não colocando peso nas costas de ninguém. Hoje o Cruzeiro tem um peso nas costas pela posição que ocupa", afirmou o técnico, logo em sua entrevista de apresentação na Toca da Raposa.

Ao mesmo tempo, Abel Braga já indicou que pretende imprimir a ofensividade no estilo de jogo da equipe. "Tenho minha maneira, normalmente jogo com três atacantes", adiantou o treinador, que este ano esteve de janeiro a maio no Flamengo, antes de ser dispensado.

Dentro dessa proposta, o jovem volante Ederson deve ganhar uma chance no meio de campo cruzeirense nesta segunda-feira ao lado de Thiago Neves. Na defesa, sem o titular Léo, que ainda se recupera de lesão, deve ser dada uma nova chance a Fabrício Bruno, que vem atuando com frequência.

Mais à frente, com a ausência de Fred, que trabalhou por muito tempo com Abel Braga no Fluminense, suspenso, há boa possibilidade de Sassá voltar ao time titular, formando parceria com Pedro Rocha ou ainda Marquinhos Gabriel.

GOIÁS

Animado por duas vitórias seguidas que deram novo ânimo ao time, o Goiás não se ilude com a sua luta para evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Muito menos em relação à crise vivida pelo Cruzeiro . O técnico Ney Franco não tem dúvida em afirmar: "Vai ser outra pedreira".

Para o técnico esmeraldino, a situação do adversário é momentânea e o principal é manter o foco na regularidade do seu time. "Eles têm um grande elenco, recheado de grandes jogadores. De uma hora para outra eles vão começar a vencer e já estão lá em cima na tabela. Nós precisamos manter a humildade, continuar trabalhando e pensando jogo a jogo", explicou o técnico.

Com 27 pontos, o time goiano continua olhando para a parte debaixo da tabela de classificação para evitar a ameaça de rebaixamento. Por isso, espera emplacar a terceira vitória consecutiva. "Pontuar em casa é nossa obrigação, mas temos que respeitar o forte adversário que teremos pela frente", ponderou Ney Franco.

O time deve ter apenas uma mudança. Sem poder contar com seus dois laterais - Jefferson e Marcelo Hermes -, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, Ney Franco deve promover a entrada de Alan Ruschel, ex-Chapecoense, na lateral esquerda.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X CRUZEIRO

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto Júnior, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia. Técnico: Ney Franco

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela (Edilson), Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Ederson, Thiago Neves e Robinho; David e Pedro Rocha (Sassá). Técnico: Abel Braga 

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Horário: 20h

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

 

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.