Lucas Merçon / Fluminense
Lucas Merçon / Fluminense

Abel Braga cutuca o Flamengo após protestos no Ninho do Urubu: 'Que se f* eles'

Declaração ocorreu nesta sexta-feira durante a cerimônia da instalação da taça de campeão carioca, conquista sobre o rival, na sala de troféus do clube

Redação, Estadão Conteúdo

08 de abril de 2022 | 15h19

O técnico Abel Braga, do Fluminense, aproveitou para cutucar o rival Flamengo, ao citar os protestos ocorridos no Ninho do Urubu, nesta sexta-feira pela manhã. A citação ocorreu na sede das Laranjeiras durante a cerimônia da instalação da taça de campeão carioca na sala de troféus.

"Me preocupa que causamos um pouco de dano, o ninho hoje está sendo invadido e aquela coisa toda, me desculpa e que se f... eles", disse o treinador da equipe tricolor, que saiu vencedor na disputa da final do Estadual. O discurso foi transmitido ao vivo pela Flu TV, mas foi retirado do ar logo depois.

Abel foi treinador também do Flamengo, equipe na qual foi campeão carioca em 2004 e 2019. Sua última passagem foi marcada por muitas críticas e antecedeu a chegada do técnico português Jorge Jesus. 

Além de falar dos problemas do maior rival, Abel destacou o ótimo ambiente vivido com o elenco atual no Fluminense, em sua quarta passagem pelo clube. O treinador foi responsável por encerrar um jejum de dez anos do tricolor carioca sem levantar a taça de campeão Estadual. 

"Não esperava isso, não. Mas de coração eu esperava ser campeão, porque ocorreu assim em 2005. Ninguém acreditava absolutamente nada na equipe pela Taça Guanabara muito ruim, mas vencemos a Taça Rio e saímos campeões. Em 2012, era o contrário, nós tínhamos que ser campeões porque tínhamos um super time. E agora, talvez está sendo o fato mais relevante e real é o ambiente que existe, junto com o coletivo que existe e junto com individualidades que fazem um time de futebol. Alguns estão conhecendo hoje isso aqui, vendo pela beleza, o quanto esse clube já ganhou. E nós hoje estamos colocando mais uma vez o nome nessa história. Temos que nos sentir orgulhosos."

Tudo o que sabemos sobre:
Abel BragaFluminenseFlamengofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.