Lucas Merçon/Fluminense FC
Lucas Merçon/Fluminense FC

Abel Braga indica que Fluminense será cauteloso para enfrentar o Grêmio no Sul

Time carioca foi derrotado pelo rival gaúcho três vezes nesta temporada

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 16h42

O técnico do Fluminense, Abel Braga, indicou nesta quinta-feira que poderá alterar a forma de jogar da equipe tricolor carioca e montar uma escalação mais cautelosa para enfrentar o Grêmio, neste domingo, às 16 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Robinho é punido com 1 jogo pelo STJD e está livre no Flu para enfrentar o Grêmio

O comandante do time tricolor, que também deverá fazer alterações devido a lesões, lembrou o histórico negativo diante do rival gaúcho neste ano - foram três derrotas, sendo duas pela Copa do Brasil e uma pelo Brasileirão - e confirmou a entrada do equatoriano Sornoza, recuperado de contusão, no meio de campo desde o início do duelo.

"Estou confiante que vamos fazer um bom jogo. Temos Sornoza à disposição, o Douglas com mais ritmo, são jogadores que tem bagagem e vão dando um peso diferente como o Júlio César, o Cavalieri, o Pierre que está voltando. Por outro lado, continuamos sem zagueiros. Estamos pensando em mudar a forma de jogar, pois o time do Grêmio é um time de muita posse e movimentação, temos que estar muito bem postados em campo", projetou o treinador em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, no CT Pedro Antônio, no Rio.

Abel Braga também comemorou o apoio do torcedor após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no estádio do Maracanã, no Rio, no domingo passado, que deixou o time em uma posição desconfortável no Brasileirão - o Fluminense é o 12.º colocado com 31 pontos, apenas três à frente do São Paulo, primeira equipe a figurar na zona de rebaixamento.

"Essa semana foi extremamente importante não porque foi uma semana livre de treinamentos, mas por tudo o que conversamos e pela consciência de onde chegamos e ainda podemos chegar. Previa-se uma semana com protestos do torcedor e achei muito legal não ter havido, pois para uma equipe jovem é muito perigoso. Por ser uma equipe jovem, há oscilação. Temos jogadores que ainda não são cascudos para suportar vaias e precisamos incentivar até o final", frisou o técnico.

O treinador também defendeu o goleiro Alex Muralha e o meia Diego, ambos do rival Flamengo, criticados pelos torcedores após a perda do título da Copa do Brasil para o Cruzeiro nas cobranças de pênaltis. "Cai em cima de alguns jogadores e não acho justo. Li muito sobre a final da Copa do Brasil. Engraçado que é direcionado ao Muralha não pegar pênaltis. É um absurdo. E uma responsabilidade enorme como se o Diego tivesse de fazer tudo. Aqui se tem essa cultura", afirmou Abel Braga.

O elenco do Fluminense treinou nesta quinta-feira sob o comando de Abel Braga, que terá um desfalque certo para enfrentar o Grêmio. Trata-se do zagueiro Nogueira, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Reginaldo e Ibañez são opções para a vaga, pois os titulares Henrique e Renato Chaves estão contundidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.