Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Abel Braga lamenta queda na Libertadores, mas crê em coisas boas no Brasileirão

Treinador entende que boa atuação do time colorado diante do Boca Juniors em La Bombonera serve de motivação para o restante da temporada

Redação, Estadao Conteudo

10 de dezembro de 2020 | 09h41

Com a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores para o Boca Juniors, na Argentina, só restou o Campeonato Brasileiro nesta temporada ao Internacional. Para o técnico Abel Braga, a boa atuação do time na vitória por 1 a 0 - perdeu na disputa de pênaltis por 5 a 4 -, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, serve de motivação para a sequência de jogos em busca agora do título nacional e de uma vaga na próxima edição da competição continental.

"Fico abatido pelo clube, direção, torcida e meus jogadores. Você sai do jogo com a convicção que poderia eliminar nos 90 minutos. Não tivemos a felicidade de fazer o segundo. Não acertamos, não fizemos o melhor passe, não tomamos a melhor decisão. Mas fico com esperança que faremos muitas coisas interessantes no Brasileirão", disse o treinador.

Mesmo frustrado e triste pela situação do time, Abel Braga lembrou ainda dois fatos que podem servir de motivação. Assim como na Argentina, o Internacional foi eliminado nos pênaltis na Copa do Brasil, depois de vencer o América-MG no tempo normal em Belo Horizonte, e fez gol em um time que só havia sofrido um em toda a Libertadores até agora.

"Acho que fica, óbvio, uma frustração. Não estamos contentes, satisfeitos, pelo final, o ocorrido. Não pela forma que encaramos. Meu goleiro (Marcelo Lomba) não teve uma defesa difícil. Nos dá uma possibilidade boa. É claro que lamentamos muito. São dois jogos com vitória, na Copa do Brasil e agora com o Boca, que saímos nos pênaltis. É muito doloroso. O Boca só tinha sofrido um gol. Somos uma equipe muito realista, mas não deixa ter um certo ponto de tristeza. Merecíamos uma sorte melhor", comentou.

Com 38 pontos, o Internacional está na sexta colocação no Brasileirão. O time volta a campo já neste sábado, às 19 horas, contra o Botafogo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 25.ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.